Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Champions League

Saiba quem é Haller, atacante do Ajax e artilheiro da Champions ao lado de Lewandowski

Companheiro de Antony e David Neres já marcou 9 gols nesta edição

Victor Peixoto
Victor Peixoto
Publicado em 25/11/2021 às 9:41
Notícia
AJAX / DIVULGAÇÃO
Haller comemora um de seus 9 gols nesta edição de Champions League - FOTO: AJAX / DIVULGAÇÃO
Leitura:

Contratação mais cara da história do Ajax, atacante vive melhor fase da carreira, são 18 gols e 5 assistências nas 20 partidas disputadas na temporada até aqui, o que lhe rende as artilharias da Eredivise (Campeonato Holandês) e da Champions League, ambas com 9 gols.

Mauricio Pochettino é alvo do Manchester United, que demitiu seu treinador na semana passada

Artilharia: Gabriel Jesus ultrapassa duas lendas brasileiras em ranking da Champions League

Nesta quarta-feira, pela 5ª rodada da Champions, marcou os dois gols da vitória de virada dos holandeses para cima do Besiktas, por 2 x 1, na Turquia e repetiu o que já havia feito em todos os outros quatro jogos, marcando gol em todos. Os dois gols foram muito importantes pro Ajax, 100% na competição com 15 pontos, mas também para o próprio Haller, que alcançou, novamente, a artilharia da Champions, dividindo-a com o atualmente eleito melhor jogador do mundo, Robert Lewandowski. Além disso, os resultados do grupo resultaram na eliminação de outro concorrente, de nome semelhante, direto pela artilharia: Haaland. Após perder para o Sporting, e duas vez para o Ajax, o Borussia Dortmund está eliminado da Champions League 2020-21 e disputará a Europa League.

Carreira

Embora tenha caído no conhecimento do povo brasileiro agora, disputando sua primeira Champions da carreira, já movimenta o mercado há alguns anos.

Seleção

Nascido na França, defendeu as seleções de base da bicampeã mundial em praticamente todas as categorias, sendo considerado uma grande promessa, pelo seu porte físico, altura (1,90 m) e faro de gols. Pela equipe sub-21, por exemplo, marcou 13 gols nos 20 jogos que disputou. Mas, ao chegar no profissiona, não recebeu chances e acabou optando por aceitar o convite da Costa do Marfim, país de sua mãe, em novembro do ano passado. Até aqui, disputou 8 jogos, marcou 3 gols, mas sua seleção acabou eliminada na primeira fase das Eliminatórias, ficando atrás de Camarões, e Haller não disputará a Copa de 2022.

Auxerre-FRA e Utrecht-HOL

Foi revelado no modesto Auxerre, da segunda divisão francesa, em 2012, quando tinha 18 anos. Mas, não se deu bem. Foram três temporadas na França, 57 jogos disputados e apenas 8 gols marcados. Ainda assim, acabou chamando a atenção do Utrecht, da Holanda, que o contratou por empréstimo. Na temporada de estreia marcou 11 gols e distribuiu 6 assistências em 17 jogos, o desempenho que fez com o que o Utrecht pagasse 750 mil euros para contratá-lo. Repetiu o bom desempenho nas duas temporadas seguintes, marcando 17 gols na temporada 2015/16 e 13 na 2016/17, encerrando sua primeira passagem na Holanda com 51 gols marcados, além de 19 assistências, em 98 jogos.

Eintracht Frankfurt

Em 2017 foi contratado pelo Eintracht Frankfurt por 12 milhões de euros (R$ 75,4 milhões na cotação atual) e deu um salto na carreira e no mercado. Pelo clube alemão, foram 33 gols marcados e 21 assistências concedidas em 78 jogos, a imensa maioria na temporada 2018/19, uma das melhores de toda a história do Frankfurt. Haller foi destaque ao lado de Jovic, hoje no Real Madrid, na campanha que terminou com o título da Copa da Alemanha, batendo o Bayern na final, campanha histórica na Europa League, onde Haller marcou 5 gols, caindo apenas nos pênaltis para o Chelsea, que viria ser campeão, na semifinal, após eliminar os tradicionais Inter e Benfica. Na Bundesliga daquele ano, Haller marcou 15 gols e deu 15 assistências e por pouco o Frankfurt não garantiu a classificação para a Champions League.

West Ham

Tal desempenho provocou um verdadeiro desmanche no time alemão na temporada 2019/20. Dentre as peças que saíram, estava Haller, que viria a se tornar a contratação mais cara da história do West Ham ao ser negociado por 50 milhões de Euros (R$ 314,5 na cotação atual). Valor que não viria a valer a pena. Em 54 jogos, viria a marcar apenas 14 gols, ajudando pouco na uma temporada e meia que por lá ficou. Se o clube inglês via em Haller a esperança de gols e vitórias que ajudassem em classificação para competição europeia, precisou se contentar em torcer para que os gols dele evitassem o rebaixamento em 2020.

Ajax

Contratação mais cara da história

Tal como havia sido no West Ham, Haller chegou como a maior contratação da história do Ajax, mesmo tendo sido negociado por menos da metade do valor investido pelos ingleses. O clube holandês, que não costume ser agressivo no mercado e é reconhecido mundialmente como um grande clube formador, gastou 22,5 milhões de euros (R$ 139,6 milhões aproximadamente) para ter o centroavante. Se no West Ham, que é tradicional, mas não é sequer um dos maiores da Inglaterra, havia pressão, o que dizer agora em um tetracampeão europeu.

Títulos

Até antes de vestir a camisa do Ajax, Haller tinha conquistado apenas um título em toda a sua carreira, o da Copa da Alemanha 2018/19, desempenho compreensível, já que nunca havia atuado em um clube dominante em sua liga. Realidade totalmente diferente da que encontrou em Amsterdã, o que lhe rendeu, no pouco tempo que esta lá, os títulos da Eredivisie e da Copa da Holanda da temporada passada. Nesta edição o Ajax lidera a liga nacional ao lado do PSV com 30 pontos e é o favorito para levantar a taça. Mas, sem dúvidas, o grande sonho é a Champions League, que bateu na trave em 2019.

Gols

Tal como havia sido no Utrecht, Haller voltou a performar bem na Holanda. Jogando apenas metade da temporada 2020/21 pelo Ajax, marcou 13 gols e deu 7 assistências em 23 jogos, números que somados aos atuais dão o expressivo desempenho de:

43 jogos / 31 gols / 12 assistências

Em busca do novo Alex Ferguson? Veja a lista de técnicos que já foram sondados pelo Manchester United

Técnico do PSG se reúne com diretoria do time em motivo decisivo; entenda

Não inscrição na Europa League

E esses números poderiam ser melhores se o Ajax não tivesse cometido o maior ato de amadorismo em sua história. Disputando a Europa League da temporada passada, o clube simplesmente se "esqueceu" de inscrever o seu principal reforço para a competição europeia. Erro que custou caro e o clube foi eliminado para a Roma nas quartas-de-final.

Recordes na Champions League

Além de ser o artilheiro da atual edição ao lado de Lewandowski com 9 gols, Haller também atingiu algumas marcas muito interessantes na Champions League.

4 gols na estreia

Na sua primeira partida pela maior competição de clubes do mundo na carreira, Haller fez nada mais, nada menos que um Poker, denominação dada para quando um jogador marca 4 gols em uma única partida. O Ajax, claro, venceu a partida, 5 x 1 sobre o Sporting, em Lisboa.

Jogador mais rápido a marcar 9 gols 

Mesmo marcando 4 gols na estreia, a missão, num grupo que ainda contava com Borussia Dortmund e Besiktas, não era fácil. Até então, o jogador que conseguiu fazer 9 gols em Champions no menor número de partidas era justamente Haaland, que o tinha feito em nove jogos, o que dá uma impressionante marca de um gol por jogo. Mas Haller passou por cima sem dó nem piedade e precisou apenas dos cinco disputados até aqui.

Quarto jogador de toda a história a marcar nas 5 primeiras partidas

E esse feito citado acima, colocou Haller em um hall extremamente seleto. Se já é difícil marcar em cinco jogos consecutivos de Champions, o que dizer de fazer isso nos cinco primeiros da carreira. Um marco que nem Cristiano Ronaldo, que marcou em todos os cinco jogos desta edição, ou Messi, conseguiram.

Haller divide o posto com Del Piero, que conseguiu o feito em 1995, Diego Costa, hoje no Atlético Mineiro, que o fez em 2014 e, mais uma vez aparecendo, Haaland, que atingiu tal marca em 2019.


Comentários

Últimas notícias