Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

doença

Lionel Messi e mais três jogadores do PSG testam positivo para covid-19; saiba como eles estão após serem infectados

Uma nova onda da covid-19 atinge a Europa e Lionel Messi é mais um atleta de futebol infectado pelo vírus

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 02/01/2022 às 10:16
FRANCK FIFE / AFP
POR FORA Messi se tornou o maior finalista do prêmio - FOTO: FRANCK FIFE / AFP
Leitura:

O PSG confirmou, neste domingo (02) que Lionel Messi e outros três jogadores testaram positivo para covid-19. Além de Lionel Messi, Juan Bernat, Sergio Rico e Nathan Bitumazala estão afastados das atividades do PSG por causa da covid-19. Segundo o relatório divulgado pelo PSG, Lionel Messi e os demais atletas estão 'respeitando isolamento e dentro dos protocolos de saúde adequados'.

> Brasileiro troca o PSG por clube espanhol; saiba quem foi e o motivo

> PSG ou Real Madrid? Mbappé define onde vai jogar em janeiro; confira

Líder isolado do Campeonato Francês, o PSG tem 46 pontos em 19 rodadas. O time de Mauricio Pochettino só volta a campo pela competição no dia 09 de janeiro, fora de casa, quando enfrenta o Lyon. O argentino Lionel Messi e os outros infeccionados pela covid-19 serão desfalques.

Protocolo para a covid-19 na França 

A partir da segunda-feira (03), o Governo da França vai aliviar a as regras de isolamento para as pessoas com covid-19. Atualmente, todos que testarem positivo para a covid-19 e estão com o esquema vacinal completo devem se isolar por sete dias e não dez.

> Ômicron é identificada em 31,7% das amostras de covid-19 em dezembro, diz instituto

''Não haverá necessidade de quarentena para as pessoas de contato com o esquema de vacinação completo, embora tenham que respeitar as regras de uso de máscaras e distanciamento social e fazer testes regulares", explicou o ministro da Saúde, Olivier Véran, em entrevista ao Journal du Dimanche.

Comentários

Últimas notícias