PÚBLICO-ALVO

Vacina contra sarampo será ampliada para faixa entre 50 e 59 anos em Taquaritinga

A decisão de ampliar o público-alvo foi tomada devido à expansão das notificações dos casos na cidade

Da editoria de Cidades
Da editoria de Cidades
Publicado em 05/09/2019 às 8:50
Notícia
Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem
A decisão de ampliar o público-alvo foi tomada devido à expansão das notificações dos casos na cidade - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem
Leitura:

A partir desta quinta-feira (5), a cidade de Taquaritinga do Norte, no Agreste  de Pernambuco, amplia a faixa etária do público-alvo da vacinação contra sarampo. Pessoas de 50 a 59 anos foram incluídas no grupo que precisa tomar uma dose de tríplice viral, caso não tenham tido a doença, não estejam com o esquema da vacinação completo, tenham perdido o cartão de imunização e não se lembram se tomou a vacina.

Esse grupo também deve procurar os postos de saúde do município, que funcionam das 7h às 15h, sem intervalo para o almoço. A decisão de ampliar o público-alvo foi tomada devido à expansão das notificações dos casos na cidade. A imunização das demais faixas etárias (6 a 11 meses; 1 a 29 anos; 30 a 49 anos; profissionais de saúde não vacinados) continua. 

Nessa quarta-feira (4) o município completou o recebimento de 10 mil doses, encaminhadas pela Secretaria Estadual de Saúde para efetivar o plano de enfrentamento ao surto. Nos próximos dias, serão entregues mais 18,5 mil doses. As ações ganharão força sábado (7), das 8h às 17h, com a realização do Dia D de Vacinação nas sete unidades de saúde. A meta é ampliar a cobertura vacinal na cidade e interromper a transmissão do vírus. 

Vitamina A

Também como parte do trabalho de bloqueio, o Ministério da Saúde disponibilizou a Pernambuco e a demais Unidades da Federação em situação de surto cápsulas de Vitamina A para casos suspeitos de sarampo em menores de seis meses. Cada criança deve tomar duas doses da vitamina. A Secretaria Estadual de Saúde informa que já recebeu 100 cápsulas extras e que iniciou a distribuição do suplemento para Regionais de Saúde (Geres), de acordo com a quantidade de notificações suspeitas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias