LEITURA

Bienal do Livro de Pernambuco abre as suas portas para o público

O evento literário traz como tema em 2019 as histórias para resistir e homenageia Solano Trindade e Sidney Rocha

Diogo Guedes
Diogo Guedes
Publicado em 04/10/2019 às 10:50
Notícia
Fotos: Divulgação
O evento literário traz como tema em 2019 as histórias para resistir e homenageia Solano Trindade e Sidney Rocha - FOTO: Fotos: Divulgação
Leitura:

A escalada é crescente nos últimos meses. O resultado de um edital de cinema foi cancelado sem motivo explícito, peças tiveram o apoio de instituições públicas retirado, o prefeito do Rio Marcelo Crivella tentou recolher livros LGBT de um evento literário. Ao abrir suas portas nesta sexta (4), a partir das 10h, a Bienal do Livro de Pernambuco se propõe a discutir um assunto mais do que atual (e urgente): as histórias para resistir.

O evento, que se estende até o dia 13, no outro final de semana, chega em 2019 à sua 12ª edição, com ingressos que vão de R$ 10 a R$ 5. A temática convida a pensar a resistência em vários campos: contra a censura, as dificuldades de captar recursos, as opressões históricas e o esquecimento. São, segundo a organização, mais de 100 expositores e espaços como a Bienalzinha, o Palco Além das Letras e o Espaço Alquimia. Nas homenagens, a Bienal celebra a obra do pernambucano Solano Trindade (1908-1974), um dos principais poetas negros do Brasil, e o cearense radicado no Recife Sidney Rocha, vencedor do Prêmio Jabuti em 2012.

A programação mescla convidados de fora com lançamentos, oficinas e debates de autores daqui. O primeiro final de semana, por exemplo, tem nomes como a escritora moçambicana e portuguesa Isabela Figueiredo, criadora do poderoso livro Caderno de Memórias Coloniais, a escritora mineira Ana Maria Gonçalves, autora do aclamado Um Defeito de Cor, e a escritora paulista Maria Valéria Rezende, que comenta Matriuska, obra de Sidney Rocha.

Na semana seguinte, a Bienal reúne nomes como Muniz Sodré, Lubi Prates, Maria João Costa, Gregoire Chamayou, José Teles, Gilmar Bola Oito, Bell Puã, Frederico Toscano, João Paulo Parísio, Artur Xexéo, André Vianco e Carlos Newton Júnior, entre outros, além de nomes como José Castello, Gonçalo M. Tavares e Xico Sá, entre outros, na homenagem a Sidney Rocha.

PROGRAMAÇÃO PRINCIPAL

Sexta, 4

19h: “Literatura, Arte e imaginação” - palestra com a antropóloga, contista e cronista Fátima Quintas, da APL/UBE
20h: O jornalista Luis Nassif comenta seu livro- biografia "Walther Moreira Salles"

Sábado, 5

10h: “Habilidades do Profissional do Futuro”- palestrante do SEBRAE
11h: “Letramentos digitais: novas formas de ler e escrever na era digital" com o escritor Robson Santos da Academia de Letras de Caruaru
12h: “Desenvolvendo a criatividade a partir da prática da atenção plena” com Larissa Cirello, Mindfulness Trainer, contadora de histórias e coach vocacional.
13h: “A Microcefalia no Brasil de 2019” com a escritora Laryssa Cristinys e Flaviana Guedes
14h: “Steampunk – Uma viagem ao passado do futuro” palestra com Manoela Barreto e Carolina Merit, mediada por José Neto, do Crônicas Fantásticas
15h30: “De quando a crise não é ficção: o mercado literário brasileiro em 2019” mesa com o editor-chefe do PublishNews Leonardo Neto, o jornalista Wellington Melo e mediação de Schneider Carpeggiani
17h: Leia Mulheres apresenta: Ana Maria Gonçalves, autora da obra "Um Defeito de Cor"
19h: “Recife Assombrado – O início da jornada” – painel com o diretor e roteirista de cinema Adriano Portela, escritor e roteirista de quadrinhos Eron Villar e o influencer Cabueta Cultural
20h: “Recife Assombrado – O papel do ator no cinema pernambucano” painel com os diretores de cinema Adriano Portela, Taveira Júnior e Camilo Cavalcante e presença dos atores Pedro Malta, Rayza Alcântara, Márcio Fecher e Germano Haiut

Domingo, 6

10h: “A Literatura Salva” painel com o escritor Sidney Nicéas, o escritor Carlos Sierra, o historiador Clóvis Matos, do projeto inclusão literária, e o professor Filipe Fernandes
12h: “Negra Sou: a ascensão da mulher negra no mercado de trabalho” com a jornalista Jaqueline Fraga
13h: "In Google wetrust (?): A Arte de resistir como tradutor/a em meio aos avanços tecnológicos" com Poliana Dantas de Oliveira, Lorena Lima de Paula M. Leale Michelli e Florêncio Dantas
14h: “Lovecraft e os clássicos da literatura de terror” com Sr. Aranha, Léa Teixeira, Roberto Beltrão e mediação de José Neto, dO Crônicas Fantásticas
15h: Os 10 anos do livro “Cadernos de memórias coloniais” - Encontro com Isabela Figueiredo (MZ)
18h: “Pós-colonialismo e a nova literatura policial no Brasil” uma conversa entre a escritora Andrea Nunes e o jornalista Ney Anderson
19h: Homenagem a Sidney Rocha: “Não se nasce Matriuska, torna-se Matriuska: feminilidades, feminismos, feminicídios”, conversa com a escritora Maria Valéria Rezende
20h: “Recife Assombrado – O fantástico entre livros e filmes” – painel com o diretor e roteirista de cinema Adriano Portela, os escritores Filipe Falcão e Frederico Toscano e os coordenadores do projeto O Recife Assombrado Roberto Beltrão e André Balaio

Segunda, 7

10h: Apresentação do programa PROLER – Socialização dos Cadernos Pedagógicos Alfabetização e Letramento e exposição dos cadernos do PRAVALER
11h: “Tradição Oral, Literatura infantil e Mídias Sociais - A Representatividade Negra em Novos Formatos” com a pedagoga e empreendedora social Kemla Baptista
13h: “Literatura Pernambucana - Uma Disciplina Necessária” com o professor, escritor, poeta e pesquisador da Literatura Pernambucana Roberto Queiroz
14h: Escola Ambiental Águas do Capibaribe – Vivência de aula em barco escola, da Secretaria de Educação do Recife
15h: Homenagem a Sidney Rocha: “É possível escrever um romance sobre nada? Ideias e idealizações em Sofia”, uma conversa com o jornalista Manuel da Costa Pinto
16h: “A Reinvenção da empresa” com o escritor Paulo Monteiro, do Projeto Ômega, Pierre Lucena, presidente do Porto Digital e mediado pelo coordenador do Programa de Pós-graduação em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco Juliano Domingues
17h30: Encontro com a escritora portuguesa Maria João Costa
19h: "Das Quadras Para o Mundo" - lançamento do Livro de Preto Zezé, liderança social cearense e Presidente da CUFA
20h: “Expedição leituras” Lançamento do livro e roda de conversa com o articulador e mediador de leitura Rafael Andrade, o jornalista, educador social Tarcísio Camêlo, e mediação da pedagoga, especialista em literatura infantil e juvenil, Érica Verçosa

Terça, 8

10h: “Socialização de Experiência- SCZycaVirus” – com a Secretaria de Educação do Recife
11h: “Transtorno Espectro Autismo– TEA” – com a Secretaria de Educação do Recife
13h: “Altas Habilidades/ Superdotação” – com a Secretaria de Educação do Recife
14h: “Tecnologia Assistiva e Inclusão” – com a Secretaria de Educação do Recife
15h: Homenagem a Sidney Rocha: “Leituras e releituras: O lugar de Sidney Rocha na literatura brasileira da atualidade”, conversa com o editor Samuel Leon
16h: "A sociedade ingovernável", o escritor e filósofo francês Gregoire Chamayou conversa sobre seu próximo livro com Evaldo Costa, jornalista, diretor do Arquivo Público de Pernambuco
17h30: Homenagem a Solano Trindade: palestra de Muniz Sodré sobre o homenageado Solano Trindade + Recital da obra de Solano Trindade
19h: “O Brasil que lê: bibliotecas comunitárias e resistência cultural na formação de leitores”, lançamento do livro e roda de conversa com a professora Ester Calland Rosa, a coordenadora de pesquisa, Isamar Santana e o professor Lourival Pinto
20h: Debate sobre o Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas de Pernambuco

Quarta, 9

10h: "Mudanças do Clima: o que você tem a ver com isso?" com José Bertotti, Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Francis Lacerda, do Instituto de Agronomia de Pernambuco, e o professor Moacir Araújo da Universidade Federal de Pernambuco.
11h30: “Um Futuro não tão distante em uma Realidade Ficcional” com Douglas Albuquerque
13h: "O olhar literário e histórico sobre os povos de terreiro" com o juremeiro, candomblecista, historiador e mestre em ciências da religião Alexandre L’omi L’odò, a escritora, poetisa, fundadora do Movimento Negro do Recife Inaldete Pinheiro, e mediação do professor Mário Ribeiro
14h: Cinema na escola – como exibir filmes educativos. – com a Secretaria de Educação do Recife
15h: “Cultivando a literatura brasileira na Suíça” com a escritora Valquiria Imperiano (UBE Correspondente)
16h: Homenagem a Sidney Rocha: “Com quantos pontos finais se fazem as reticências: a morte como experiência vital em O destino das metáforas”, conversa com o escritor José Castello
18h: Lançamento do ebook "Da lama ao caos - que som é este que vem de Pernambuco?" da Edições Sesc, com o autor José Teles, jornalista, crítico de música e cronista, e Gilmar Bola Oito, músico, fundador e ex integrante do Nação Zumbi
19h: Debate sobre o livro "1987 - De fato, de direito e de cabeça" dos jornalistas André Gallindo e Cassio Zirpoli, com Homero Lacerda, Francisco José e Celso Ishigami

Quinta, 10

10h: “Círculo Restaurativo” com a Escola Municipal Nilo Pereira
13h30: "Escritoras negras: o poema quebrando com os silenciamentos" com Bell Puã, Inaldete Pinheiro, Odailta Alves e Patrícia Naia
15h: "Sobre a literaturização do pedagógico e a pedagogigação da literatura" como escritor Flávio Brayner, da UBE
16h: “Os 80 anos da AABB Recife e sua Ligação com a Cultura” painel com Maestro Spok, o jornalista João Alberto, o presidente da AABB Euler Araujo, e mediação do escritor Sidney Necéas
17h: Empreendedor. Será que eu sou? – palestrante SEBRAE
18h: "Atlas do Livro de Pernambuco: Acervos Visíveis = Mais Leitores" com o professor Filipe Fernandes
20h30: "Mercado de Cinema de Animação no Brasil" com Rafael Buda, da Asaga Audiovisual, e o professor e animador Marcos Bucccini

Sexta, 11

10h: "Política linguística de línguas estrangeiras no Brasil" com a mestra e doutora em Letras, Flávia Conceição Ferreira da Silva
11h: “Intertextualidade e polifonia: as várias vozes de um texto” com a escritora Luciene Aguiar, da UBE
13h: “Literatura e Memória – A ditadura no Recife” com escritor Urariano Mota
14h"Literatura fantástica: teoria e conversa com autores da moderna ficção fantástica em Pernambuco" com o escritor e coordenador do projeto O Recife Assombrado Roberto Beltrão, especialista em Literatura Fantástica André de Sena, o escritor e historiador Frederico Toscano e o poeta João Paulo Parísio.
15h: “A Responsabilidade do Escritor” palestra com a escritora Taciana Valença da UBE
16h: "As adaptações de Clássicos da Literatura para Quadrinhos: qual a contribuição para a educação?" com os professores Joane Luz e Bruno Alves
17h: Artur Xexéo: Uma conversa sobre o jornalismo cultural e a cultura de celebridades no Brasil
18h30: Homenagem a Sidney Rocha: “Violência, Cotidiano e História, em Guerra de ninguém”, conversa com o escritor e crítico literário João Cezar de Castro Rocha
20h: "O poder dos romances" bate-papo com as escritoras Eduarda Gomes, Malu Simões, Silmara Izidoro e mediação de Priscila Bastos, do Sempre Lendo

Sábado, 12

10h: “A importância do papai e seus impactos grandiosos” palestra com Bruno Santiago o autor do movimento social que virou o livro "Pai tem que fazer de tudo".
11h: “Direito à Literatura” com a escritora Flávia Suassuna, da UBE/CN
12h30: “Os principais desafios do autor iniciante” palestra com o escritor Raphael Fraemam
14h: “Espantos antigos e contemporâneos: assombrações na nova literatura fantástica” com o escritor potiguar de literatura de horror Márcio Benjamim e o escritor, roteirista de quadrinhos e coordenador do projeto O Recife Assombrado André Balaio.
15h: “O jogo do insólito em verso e prosa: poesia e ficção na criação do fantástico” com Rômulo César de Melo, João Paulo Parísio e Paulo Caldas
16h: O escritor André Vianco e o escritor Ajomar Santos conversam sobre a produção da literatura de terror e de suspense no Brasil
17h30: Bate-papo com as escritoras Babi Dewet e Mirela Paes sobre literatura, kpop e fanfics.
19h: "Pernambuco em antologias" - palestra com o escritor, membro da Academia Pernambucana de Letras e Presidente da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) Antonio Campos

Domingo, 13

10h: "O feminismo e o paralelo entre o Conto da Aia de Margaret Atwood e Sejamos todas feministas de Chimamanda Adichie" com Poliana Justino de Lima Ferreira
11h: : “A palavra como instrumento de controle social” com o escritor Alexandre Santos, da UBE
12h: “Escravidão, liberdade sem fronteira - Uma viagem insólita à psicopatologia” com Anibal M Athaidy
13h: “Novas abordagens do folclore brasileiro para o universo infantil” com Bruno Antonio, Erickson Marinho e Ulisses Brandão
14h: “RPG e literatura - Transformando o role-play em obra literária” com o autor J. R. Diniz e mediação do José Neto, do Crônicas Fantásticas
15h: "Teatro completo de Ariano Suassuna" - palestra com o escritor Carlos Newton Júnior
16h: “Palavras e Imagens Insólitas: horror e ficção científica no novo cinema brasileiro” com o ator e dublador Marcello Trigo, com o diretor e roteirista de cinema Adriano Portela e o coordenador do projeto O Recife Assombrado, Roberto Beltrão
17h: “História Insólita: o folclore e as referências históricas na criação da literatura fantástica” com Frederico de Oliveira Toscano, Roberto Beltrão e Geraldo de Fraga
19h: “O que é afoxé?” palestra com Fabiano Santos da Silva , do Afoxé Alafin Oyó
20h: Batalha do Terminal- Bate-papo com José Roberto Bezerra sobre o projeto de levar o duelo de MCs para tela dos cinemas

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias