pentatlo moderno

Felipe Nascimento concentra as atenções no hipismo e na esgrima

Para o pentatleta pernambucano Felipe Nascimento, 2017 será um ano para melhorar a técnica dos esportes que sente mais dificuldade

JC Online
JC Online
Publicado em 14/03/2017 às 10:56
Divulgação
Para o pentatleta pernambucano Felipe Nascimento, 2017 será um ano para melhorar a técnica dos esportes que sente mais dificuldade - FOTO: Divulgação
Leitura:

O pentatleta Felipe Nascimento encara uma temporada diferente. Isso porque, após disputar sua primeira Olimpíada na carreira, em 2016, ele volta a treinar visando aos Jogos de Tóquio-2020. Além dos objetivos do esporte, o novo ciclo apresentará desafios que ultrapassam os palcos das competições e esbarram na redução de orçamento do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

O coordenador técnico da Confederação Brasileira de pentatlo moderno, Michael Cunningham, explicou que 2017 será o ano para concentrar as atenções nas modalidades que Felipe vem apresentando maior dificuldade: hipismo e esgrima. A estratégia adotada pelo pernambucano será participar de alguns torneios regionais para melhorar sua técnica.

"Como é o primeiro ano do ciclo olímpico, vamos resolver alguns problemas nos esportes em que Felipe tem mais dificuldade. Vamos disputar várias etapas do Norte e Nordeste de hipismo, que já suprem nossa necessidade. Ele terá contato com cavalos mais sensíveis e isso vai ajudá-lo bastante. Na esgrima, vamos participar de mais opens", comentou o treinador.  

Felipe estará presente em mais competições no Brasil, mas não viajará com tanta frequência para disputar torneios do circuito internacional. Talvez ele dispute o Campeonato Mundial, mas sua presença ainda não está confirmada. No mês passado, ele esteve na etapa de Los Angeles da Copa do Mundo, onde terminou na 29º colocação do Grupo B. Não conseguiu avançar para a final entre os 36 melhores. "A participação foi positiva porque ele teve contato com outros pentatletas e com o nível dos rivais", falou Cunningham.

CONTINUIDADE

O problema de redução de investimento não é apenas encarado pela Confederação de pentatlo moderno. No ciclo do Rio-2016, o COB investiu muito nos atletas nacionais por conta dos Jogos em casa. Agora, com a crise econômica no País e com os Jogos marcados para o Japão, a entidade reduziu os valores repassados para cada entidade. 

Para 2017, Felipe tem como principal compromisso o Campeonato Brasileiro de pentatlo moderno, que será realizado em Santos, no próximo mês de outubro. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias