Cobra Coral

Corrida contra o tempo do Santa Cruz para acabar reforma do Arruda

A principal obra feita pelo Santa Cruz no estádio do Arruda é a mudança total do gramado

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 29/11/2019 às 8:07
Notícia
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
FOTO: Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Leitura:

O Santa Cruz transformou o estádio José do Rego Maciel em um verdadeiro canteiro de obras. Correndo contra o tempo, o clube trabalha para que o Arruda esteja pronto no dia 18 janeiro. Data que o time realiza a primeira partida da próxima temporada contra o Petrolina, na abertura do Estadual. A maior das intervenções está sendo feita no gramado, todo retirado para o plantio de um completamente novo.

Além disso, a nova pintura das arquibancadas e a reforma do vestiário vão melhorar a qualidade de trabalho dos jogadores e comissão técnica. Apesar da confiança da direção, a equipe do Jornal do Commercio e Blog do Torcedor esteve presente, nessa quinta-feira, no reduto tricolor e constatou que muito precisa ser feito para o equipamento ficar pronto para o início dos jogos de 2020. Principalmente em relação ao piso.

“Com muitos esforços, estamos trabalhando bastante para cumprir o planejamento à risca. A nossa ideia é contar com todo o estádio qualificado para o início da temporada. A expectativa é começar 2020 em casa. Para o gramado, contamos com o que é de melhor e mais moderno na reforma. Esperamos que tudo ocorra dentro do programado”, afirmou o responsável pela obra e membro do núcleo de gestão, Victor Pessoa de Melo.

O dirigente do Santa Cruz explicou que a reforma do campo está na fase final. Agora, a etapa consiste em cuidar da grama para que ela cresça da maneira correta. O plantio aconteceu na última terça-feira. Até o primeiro compromisso dentro de casa, o clube tem 50 dias para deixar o gramado qualificado. Nos bastidores do Arruda, já surgem rumores de que a estreia pode ser feita na Arena de Pernambuco.

“Após o plantio dos nove mil metros de grama por meio de semeadura, iremos agora tomar bastante cuidado para tratar da muda, que é bastante 'jovem'. O que requer um cuidado excessivo com a dosagem de água, como também atenção com as ervas daninhas e larvas para não prejudicar o crescimento. Por isso, aplicamos um método que protege ainda mais. Será aplicada uma série de minerais que ajuda o crescimento”, disse.

Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Nova grama do Arruda foi plantada de maneira diferente - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Ao invés dos tapetes tradicionais, foram plantadas 9 mil metros quadrados de semeadura - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Uma camada de minerais será aplicada para proteger o tapete das pragas - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Todo o gramado antigo foi retirado para o plantio do novo - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Prazo para concluir a reforma do gramado é de 50 dias - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Greenleaf, empresa que cuida do gramado de vários estádios do país, é responsável pela obra - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Clube também reforça estrutura do José do Rêgo Maciel - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Clube também reforça estrutura do José do Rêgo Maciel - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Vestiários ganham reforma que não acontecia desde 1993. Banheiras de hidromassagem serão construídas - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Vestiários ganham reforma que não acontecia desde 1993. Banheiras de hidromassagem serão construídas - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem

Assim como o campo, o Santa Cruz confia que tudo esteja pronto no vestiário para a estreia em 2020. A última reforma no setor aconteceu há 26 anos, quando o Arruda recebeu o duelo entre Brasil e Bolívia pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1994.

“Queremos uma estrutura que melhore o bem estar dos atletas e ajude todos os setores que ficam em torno do futebol. Nossa ideia é promover uma reforma para utilizar melhor o espaço. A nossa última grande intervenção nessa parte foi no ano de 1993. Acreditamos que toda essa obra esteja pronta até o fim de dezembro, começo de janeiro”, contou Victor.

Já a nova pintura interna do José do Rego Maciel pode começar a ser feita ainda neste ano. “A arquibancada irá receber na segunda-feira o hidrojateamento. Isso para a tinta ter a melhor aderência possível”, revelou o diretor coral.

CUSTOS

Segundo Victor Pessoa de Melo, o orçamento da obra do gramado segue girando em torno de R$ 200 mil. Além disso, ele frisou que as demais reformas foram iniciadas com ajudas de patrocinadores. Restando na maior parte para o Santa Cruz apenas os menores custos da mão de obra e pequenos serviços nas ações.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias