Família Costa

Silvio Costa deve se filiar ao Republicanos após convite de Silvio Costa Filho

O ex-deputado federal e candidato a senador em 2018, Silvio Costa disser ser possível sua filiação 'para ajudar a estruturar' o Republicanos

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 14/02/2020 às 16:34
Notícia
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ex-deputado federal e candidato a senador em 2018, Silvio Costa disser ser possível sua filiação 'para ajudar a estruturar' o Republicanos - FOTO: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O ex-deputado federal Silvio Costa (Avante) foi convidado para se filiar ao Republicanos pelo deputado federal Silvio Costa Filho e presidente do partido em Pernambuco.  

"É possível que eu me filie ao Republicanos para ajudar a estruturar o partido", disse Silvio Costa ao Blog de Jamildo. Ele afirmou, porém, que não tem planos de disputar algum mandato nas eleições deste ano. "Evidentemente, sou um soldado do deputado federal Silvio Costa Filho. Ele é que vai definir o xadrez político do partido em 2020", disse Silvio.

>> ''Não sou candidato a prefeito do Recife'', diz Silvio Costa Filho

>> Presidente do Republicanos diz que Silvio Costa Filho tem competência para disputar 'o que quiser'

Silvio Costa concorreu a uma vaga no Senado Federal nas eleições de 2018 pelo Avante. Ele ficou em quarto lugar, com 680.435 votos. Ele também já foi vereador do Recife, deputado estadual e deputado federal. 

O deputado Silvio Costa Filho classificou Silvio Costa como "um ator importante na política de Pernambuco". "Não tenho dúvida que vai ajudar no fortalecimento do Republicanos no Estado, sobretudo pela experiência que acumulou ao longo de sua trajetória”, disse o deputado. 

O Republicanos tem cinco prefeitos filiados. São eles Rolph Júnior, de Belém de Maria; Mário Flor, de Betânia; Antônio Cassiano, Condado; Tassio Bezerra, Santa Cruz da Baixa Verde; Fausto da Farmácia, Catende;

Em março, a sigla vai começar uma agenda de discussões sobre a gestão dos municípios em torno de dez eixos, como saúde, mobilidade urbana, segurança cidadã, educação e cidades inteligentes.

"Bolsonarista"

No final de janeiro deste ano, o senador Humberto Costa (PT) acusou a deputada federal Marília de apoiar a candidatura de um "bolsonarista" ao Senado nas eleições de 2018, ao se referir a Silvio Costa. Quando estava com a sua pré-candidatura ao Governo de Pernambuco ainda posta, Marília tinha Silvio na sua chapa majoritária como candidato a senador. Depois que o PT rifou o seu nome devido a uma aliança com o PSB, Silvio Costa ingressou na chapa liderada por Maurício Rands (Pros) ao governo, e Marília seguiu o apoiando.

"(Marília) apoiou um candidato que é bolsonarista, um candidato a senador que agora é adepto e apoiador de Jair Bolsonaro”, criticou Humberto. Quando questionado sobre quem estaria falando, ele disse: “o ex-deputado Silvio Costa. Ele já tem externado seu posicionamento (em relação a Bolsonaro)", afirmou o petista na Rádio Jornal. 

No mesmo dia, Silvio Costa Filho rebateu as declarações de Humberto ao afirmar que o petista "vai ter que engolir Marília Arraes" como candidata do PT nas eleições de 2020. Presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Pacto Federativo, Silvio Filho justificou o seu apoio à agenda econômica capitaneada pelo ministro Paulo Guedes, mas sem menção direta ao governo de Jair Bolsonaro. Ele tem bom trânsito com o ministro e votou a favor da Reforma da Previdência.

"Em primeiro lugar, quero registrar que apoio a agenda econômica do ministro Paulo Guedes. Essa agenda, que envolve as reformas da Previdência, Tributária e Administrativa, teria que ser feita por qualquer Governo responsável, buscando o ajuste fiscal, a retomada do crescimento econômico e a geração de emprego e renda. Vale ressaltar que terminamos o ano de 2019 com crescimento de 1% do Produto Interno Bruto e mais de 650 mil novos postos de trabalho", afirmou Silvio Costa Filho.

Governo Paulo Câmara

Silvio Costa Filho anunciou no último dia 3 de fevereiro que não se candidataria à Prefeitura do Recife nas eleições municipais. Dois dias depois, em entrevista à Rádio CBN, ele sinalizou que poderia abrir um diálogo com o PSB. "É preciso reconhecer os avanços da gestão no Recife e em Pernambuco, sobretudo nas comunidades. A gente reconhece as ações nas área de saneamento, saúde e educação", afirmou o deputado. 

Na votação do polêmico projeto com mudanças no Regime de Previdência estadual na Assembleia Legislativa de Pernambuco, em dezembro do ano passado, o deputado João Paulo Costa (Avante), filho de Silvio Costa e irmão de Silvio Costa Filho, foi o único deputado da oposição favorável à proposta. Na confraternização do fim do ano de 2019 do governador Paulo Câmara (PSB) com os deputados estaduais no Palácio do Campo das Princesas, ele também foi o único oposicionista presente. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias