COLUNA CLÁUDIO HUMBERTO

Pontes pode disputar SP

Confira os destaques de Cláudio Humberto para esta sexta-feira (3)

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
Publicado em 03/12/2021 às 0:00
Arnaldo Carvalho
Cláudio Humberto - FOTO: Arnaldo Carvalho
Leitura:

Diante da relutância do ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura), o governo Bolsonaro já tem opção para a disputa pelo Governo de São Paulo, em 2022. Trata-se do ministro Marcos Pontes, titular da pasta de Ciência, Tecnologia e Inovação. "Se Tarcísio não quer, Pontes quer", resumiu fonte qualificada no Palácio do Planalto. Paulista de Bauru, o brasileiro que viajou ao espaço sonha governar o estado onde nasceu. Marcos Pontes tem interesse político. Ele já foi filiado ao DEM, depois ficou no PSB desde 2013 até 2018, quando assinou ficha no PSL. Enquanto Bolsonaro ganhava para presidente, o astronauta era eleito segundo suplente de senador, na chapa do falecido Major Olímpio. Esta semana, o ministro astronauta fez questão de marcar presença no evento de filiação do presidente ao PL, na última terça (30). Bolsonaro considera o titular do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação um dos seus ministros de maior popularidade.

Corpo mole nas prévias do PSDB


Políticos tucanos de vários estados atribuem ao presidente estadual do PSDB-SP, Marco Vinholi, a única derrota de João Doria nas prévias de sábado (21). Dos quatro grupos de votação, o governador de São Paulo perdeu apenas entre os vereadores tucanos. A missão de Vinholi era exatamente de localizar e cuidar do voto dos vereadores do partido. Questionado, Vinholi disse que "a pergunta está direcionada para o local errado" e que cuidou só da campanha no estado, nas prévias. A vantagem de Leite entre os vereadores totalizou 124 em 2.858 votos. O gaúcho somou 1.491 e o paulista 1.367. O insucesso não comprometeu o resultado final, mas ficou a sensação de que a derrota de Doria poderia ter sido evitada. Dias antes das prévias, coordenadores da campanha de Doria foram enviados a todos os estados, mas a iniciativa pode ter sido tardia.

Fux desempata


Muitos que vendiam a derrota de André Mendonça agora
dizem que o temor é o "poder de desempatar decisões"
do futuro ministro. Ignoram até que só o presidente
do STF tem a prerrogativa do desempate.

Bye, bye corona


O Brasil anunciou oficialmente ter superado os 90% do
público-alvo vacinado com ao menos uma dose contra
covid. Outra boa notícia é que 12 estados e o DF já
têm mais de 60% da população imunizada.

Novo diretor


O delegado Sandro Avelar, um dos mais admirados da
corporação, é o novo diretor-executivo da Policia
Federal. Ele já foi secretário de Segurança do DF e
adido policial à embaixada do Brasil em Londres.

Apenas soluço


A queda de 0,1% no PIB, "festejada" por setores da
mídia, inspira cuidados, mas, para o mestre em
Economia e Mercados Allan Augusto Gallo Antonio, não
há previsão de recessão econômica em 2022.

Difícil produzir


Relatório da Confederação Nacional da Indústria
(CNI) confirma que a inflação atual não decorre de
alta demanda, mas baixa oferta: 68% das indústrias
têm dificuldade de abastecimento de insumos.

Jovens espertos


O petista Lula lidera as intenções de votos na Bahia
com 50,4%, segundo o Paraná Pesquisa. Seu pior
resultado é entre os jovens de 16 a 24 anos, mesmo
assim o ex-presidiário tem 45% da preferência.

Frase


Brasil está condenado a crescer, apesar de todo o
pessimismo" - Paulo Guedes (Economia) afirma que
inflação reduz, mas não impede o crescimento

Corpo mole nas prévias do PSDB

Corpo mole nas prévias do PSDB

Políticos tucanos de vários estados atribuem ao presidente estadual do PSDB-SP, Marco Vinholi, a única derrota de João Doria nas prévias de sábado (21). Dos quatro grupos de votação, o governador de São Paulo perdeu apenas entre os vereadores tucanos. A missão de Vinholi era exatamente de localizar e cuidar do voto dos vereadores do partido. Questionado, Vinholi disse que "a pergunta está direcionada para o local errado" e que cuidou só da campanha no estado, nas prévias. A vantagem de Leite entre os vereadores totalizou 124 em 2.858 votos. O gaúcho somou 1.491 e o paulista 1.367. O insucesso não comprometeu o resultado final, mas ficou a sensação de que a derrota de Doria poderia ter sido evitada. Dias antes das prévias, coordenadores da campanha de Doria foram enviados a todos os estados, mas a iniciativa pode ter sido tardia.

Fux desempata

Muitos que vendiam a derrota de André Mendonça agora dizem que o temor é o "poder de desempatar decisões" do futuro ministro. Ignoram até que só o presidente do STF tem a prerrogativa do desempate.

Bye, bye corona

O Brasil anunciou oficialmente ter superado os 90% do público-alvo vacinado com ao menos uma dose contra covid. Outra boa notícia é que 12 estados e o DF já têm mais de 60% da população imunizada.

Novo diretor

O delegado Sandro Avelar, um dos mais admirados da corporação, é o novo diretor-executivo da Policia Federal. Ele já foi secretário de Segurança do DF e adido policial à embaixada do Brasil em Londres.

Apenas soluço

A queda de 0,1% no PIB, "festejada" por setores da mídia, inspira cuidados, mas, para o mestre em Economia e Mercados Allan Augusto Gallo Antonio, não há previsão de recessão econômica em 2022.

Difícil produzir

Relatório da Confederação Nacional da Indústria (CNI) confirma que a inflação atual não decorre de alta demanda, mas baixa oferta: 68% das indústrias têm dificuldade de abastecimento de insumos.

Jovens espertos

O petista Lula lidera as intenções de votos na Bahia com 50,4%, segundo o Paraná Pesquisa. Seu pior resultado é entre os jovens de 16 a 24 anos, mesmo assim o ex-presidiário tem 45% da preferência.

Frase

Brasil está condenado a crescer, apesar de todo o pessimismo" - Paulo Guedes (Economia) afirma que inflação reduz, mas não impede o crescimento

Comentários

Últimas notícias