negociações

Moro e Bivar se reúnem para discutir possível aliança em 2022

O dirigente partidário tem condicionado a aliança ao direito do União Brasil de indicar o candidato a vice-presidente na chapa de Moro. O nome seria o do próprio Bivar

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 05/12/2021 às 11:47
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
FUTURO Presidência do novo partido vai mesmo ficar com Luciano Bivar - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

No Metrópoles - Pré-candidato ao Palácio do Planalto pelo Podemos, o ex-juiz Sergio Moro se reuniu com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, na semana passada, em São Paulo.

Os dois se encontraram a sós na última sexta-feira (26/11), após articulação nos bastidores de aliados em comum do presidenciável e do dirigente partidário.

Segundo apurou a coluna, eles discutiram um possível apoio a Moro do União Brasil, partido que resultará da fusão entre o PSL e o DEM. Bivar será o presidente da nova sigla.

O dirigente partidário tem condicionado a aliança ao direito do União Brasil de indicar o candidato a vice-presidente na chapa de Moro. O nome seria o do próprio Bivar.

Em troca, o ex-juiz da Lava Jato ganharia o tempo de TV e o fundo eleitoral do União Brasil, que deverá ser um dos maiores nas eleições do próximo ano.

A reunião da semana passada, porém, foi inconclusiva. Segundo aliados de Moro e do presidente do PSL, os dois devem voltar a conversar em breve.

Comentários

Últimas notícias