COLUNA MOBILIDADE

Ciclista é atropelado duas vezes em menos de dois minutos. Episódio mostra a importância da redução da velocidade nas vias

As cenas gravadas pela câmera de um bar impressionam. Por sorte, vítima não morreu

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 10/08/2021 às 16:56
BRENDA ALCÂNTARA/ACERVO JC IMAGEM
Vítimas foram categóricas em garantir que o PM estava embriagado ao volante e em alta velcoidade. Mas nenhum teste de alcoolemia teria sido feito no condutor - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Um ciclista foi atropelado duas vezes num intervalo inferior a dois minutos em um cruzamento na cidade de Pontes e Lacerda, no interior do Mato Grosso (MT), no Centro-Oeste brasileiro. O caso aconteceu nesta segunda-feira (9/8), por volta de 18h30, no bairro Bela Vista. A vítima foi identificada como José Luiz Machado Moraes, de 44 anos, e, por muita sorte, não morreu. Episódio mostra a importância da redução de velocidade nas vias urbanas do País e, principalmente, a limitação em 50 km/h na maioria das avenidas.

Não é mais acidente de trânsito. Agora, a definição é outra nas ruas, avenidas e estradas do Brasil

Confira a série de reportagens Por um novo transitar

Trânsito brasileiro mata demais, mutila e custa muito caro

REPRODUÇÃO
Mas não consegue e se desespera - REPRODUÇÃO
REPRODUÇÃO
Testemunha ainda tenta alertar segundo veículo para reduzir velocidade - REPRODUÇÃO

As cenas gravadas pela câmera de um bar impressionam. O ciclista atravessa a Avenida Marechal Rondon, quando é atingido por uma caminhonete. As pessoas que presenciaram o atropelamento correm para ajudá-lo e chegam a cercá-lo numa proteção humana. Mas, enquanto ele está sendo socorrido pelo grupo, outro veículo, um Gol, se aproxima em velocidade e atropela o homem novamente. Dessa vez com mais violência, ao ponto de a vítima ser arrastada sob o carro por alguns metros.

VEJA O VÍDEO:

 

Nas imagens também é possível ver um homem desesperado tentando avisar ao condutor do segundo veículo para reduzir a velocidade devido ao atropelamento à frente, mas não consegue. Assustadas, as pessoas que socorriam o ciclistas se afastam e, por pouco, não são atropeladas também. Segundo a imprensa local, o ciclista seguia internado num hospital da cidade, localizada a 450 quilômetros da capital Cuiabá e reconhecida pela grande produção de soja. A princípio, não teria sofrido ferimentos graves. Ao ser atendido pelos bombeiros, estaria consciente e reclamava de dores abdominais. A Polícia Civil estaria apurando o caso.

 

Comentários

Últimas notícias