COLUNA MOBILIDADE

Melhora da pandemia e flexibilizações trazem trânsito de volta e com tudo às ruas do Grande Recife

O volume de veículos cresceu bastante. Em algumas cidades, chegou a duplicar. Ou seja, a regra agora é: vacina no braço, flexibilização dos serviços e trânsito pesado nas ruas. Acostume-se

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 13/09/2021 às 7:00
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
E a constatação é feita com dados dos órgãos de trânsito municipais e também do Detran-PE, que registra aumento no emplacamento de novos veículos e emissão de primeiras CNHs - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Muita gente já deve estar sentido - provavelmente há algum tempo - as constatações desta reportagem: as retenções e os congestionamentos no trânsito voltaram a ser semelhantes ao período pré-pandemia de covid-19. Circular pelas ruas e avenidas do Recife e de boa parte da Região Metropolitana está cada dia mais difícil. O volume de veículos cresceu bastante. Em algumas cidades, chegou a duplicar. Ou seja, a regra agora é: vacina no braço, flexibilização dos serviços e trânsito pesado nas ruas. Acostume-se.

E a constatação é feita com dados dos órgãos de trânsito municipais e também do Detran-PE, que registra aumento no emplacamento de novos veículos e emissão de primeiras CNHs. No Recife, por exemplo, o volume de circulação de veículos ainda não é igual ao período anterior à pandemia, mas já se recuperou em quase 100%. Segundo a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), segue menos de 10% menor do que era em alguns dos corredores que são monitorados e alimentam a base de dados do órgão. Durante a quarentena rígida, a diminuição de carros circulando alcançou 67% em relação ao tráfego anterior à crise sanitária. Mas no fim de agosto, o volume de veículos é apenas 14% menor.

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
No Recife, por exemplo, o volume de circulação de veículos ainda não é igual ao período anterior à pandemia, mas já se recuperou em quase 100% - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Veja a situação de alguns corredores viários da capital

-A Avenida Mascarenhas de Moraes, na Zona Sul do Recife, registrava uma média de 53 mil veículos antes da pandemia no ponto próximo ao Aeroporto Internacional do Recife, no sentido Centro-subúrbio. Com a quarentena rígida, houve uma diminuição de 63% no número de veículos. Atualmente, a via ainda registra uma diminuição de 8,7% em relação ao período anterior à crise sanitária.

-Já a Avenida Boa Viagem, também na Zona Sul, registrava uma média de 29 mil veículos diariamente antes da pandemia, nas proximidades do 3º Jardim. Com a quarentena, houve a diminuição de 70% no volume de veículos. Atualmente, a via ainda tem um número 5,2% inferior ao período pré-pandemia.

-A Avenida Agamenon Magalhães, na área central da cidade, registrava 52 mil veículos antes da pandemia, no ponto próximo à Reitoria da UPE, em Santo Amaro, sentido Olinda. Com a quarentena rígida, houve uma diminuição de 63% na quantidade de veículos no local. Atualmente, o tráfego ainda é 17% menor ao período anterior à crise sanitária.

ARQUIVO/FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Em Jaboatão dos Guararapes, no limite Sul do Recife, o retorno do trânsito foi ainda maior. Mais que duplicou no primeiro semestre de 2021 - ARQUIVO/FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

JABOATÃO DOS GUARARAPES

Em Jaboatão dos Guararapes, no limite Sul do Recife, o retorno do trânsito foi ainda maior. Mais que duplicou no primeiro semestre de 2021. Segundo dados da prefeitura, a média de veículos circulando na cidade em janeiro foi de 300 mil. Em agosto, subiu para a média de 620 mil. As informações são de contagens e monitoramentos feitos pela Secretaria Executiva de Ordem Pública e Mobilidade de Jaboatão.

Há possibilidade, inclusive, desse crescimento ser ainda maior porque a contagem é realizada predominantemente nas vias que cortam os bairros de Piedade, Candeias e Barra de Jangada. Principalmente o binário formado pelas Avenidas Barreto de Menezes e Arão Lins de Andrade, em Piedade. A área de Jaboatão Centro, por exemplo, fica de fora. “Isso porque a maioria do sistema viário de Jaboatão Centro é formado por rodovias estaduais (PEs), geridas pelo governo do Estado. Então não temos como saber. Mas sem dúvida o aumento do tráfego tem sido grande na cidade”, explica Adriana Marinho, superintendente da Secretaria Executiva de Ordem Pública e Mobilidade de Jaboatão.

ÔNIBUS

Outra mudança que tem impactado o volume de veículos circulando é a ampliação da frota de ônibus devido ao retorno das atividades econômicas e, principalmente, das aulas nas escolas públicas e privadas. O Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano (CTM) reativou metade das 66 linhas suspensas devido às restrições determinadas pelo governo de Pernambuco. Atualmente, 33 seguem sem operar. A suspensão aconteceu nos meses de abril, maio e junho, retornando a partir de julho.

Mas segundo o diretor de Operações do CTM, André Melibeu, das 33 linhas que seguem suspensas, em 9 delas não há qualquer perda para o passageiro porque elas têm linhas com o mesmo trajeto, ou seja, superpostas. “Ou seja, na prática estamos com 24 linhas suspensas, que também estão sendo analisadas pela consultoria contratada para rever a rede de transporte. Temos hoje 173 linhas com 100% da frota ou mais em relação a antes de março de 2020. Estamos com 90% da frota em operação, para uma demanda pagante de 70%”, explica Melibeu. Essa revisão da rede, inclusive, irá subsidiar a futura licitação das linhas que não foram licitadas dez anos atrás. Os estudos estão sendo feitos pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), referência nacional em transporte coletivo.

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno de metade das linhas de ônibus suspensas devido à pandemia contribui para maior movimentação nas ruas - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

DETRAN-PE

Os números do Detran-PE também refletem esse retorno ao automóvel pelo pernambucano. Há registro de crescimento da frota de veículos, do emplacamento de novos veículos e até mesmo da emissão da primeira habilitação - algo que vinha apresentando queda antes da pandemia de covid-19. Confira os números:


Crescimento da frota de veículos em PE

MESES        PE           %         RMR            %        RECIFE         %

Janeiro   3.216.702    0,42   1.444.926     0,31       714.111      0,25
Fevereiro  3.224.330   0,24  1.446.843     0,13       714.421      0,04
Março       3.228.554   0,13  1.447.228     0,03       714.084     -0,05
Abril         3.237.477   0,28  1.450.132     0,20       715.281       0,17
Maio         3.248.763   0,35  1.452.257     0,15       715.309       0,00
Junho       3.256.326   0,23   1.454.538     0,16      716.016       0,10
Julho        3.264.561   0,25   1.456.700     0,15      716.497       0,07
Agosto      3.273.304   0,27   1.458.012     0,09      716.295-0,03


Veículos novos registrados por mês em Pernambuco

ANO   TOTAL     MÉDIA   JAN       FEV     MAR      ABRIL    MAI    JUN     JUL            AGO       SET
2020   110.616  9.218    11.463  8.341   8.547    1.134   1.860  4.605   11.596    12.418   12.579

OUT        NOV         DEZ 
11.423    13.155    13.495

ANO    TOTAL    MÉDIA     JAN      FEV       MAR      ABRIL       MAI      JUN        JUL         AGO
2021   86.348    7.1961    1.890   9.352   6.540    13.581     11.550  11.483   11.464   10.488

 

Emissão de CNHs (Primeira Habilitação) em Pernambuco

ANO   TOTAL    JAN    FEV      MAR    ABRIL    MAI    JUN    JUL      AGO     SET     OUT     NOV     DEZ

2020  31.841  4.779  3.757   2.806      2         1        28    1.110   3.359   3.692  4.045   3.856    4.406

ANO    TOTAL     JAN      FEV     MAR     ABRIL     MAI     JUN        JUL
2021   30.342   4.217   4.044   3.882    3.701    4.991   4.782    4.725

ARQUIVO/FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Em Jaboatão dos Guararapes, no limite Sul do Recife, o retorno do trânsito foi ainda maior. Mais que duplicou no primeiro semestre de 2021 - FOTO:ARQUIVO/FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
No Recife, por exemplo, o volume de circulação de veículos ainda não é igual ao período anterior à pandemia, mas já se recuperou em quase 100% - FOTO:FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno de metade das linhas de ônibus suspensas devido à pandemia contribui para maior movimentação nas ruas - FOTO:FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias