COLUNA MOBILIDADE

Apesar das queixas de motoristas, app de transporte, como Uber, arrecada mais que todas as empresas de ônibus em cidade de São Paulo

Acreditem: arrecadação foi o equivalente ao faturamento de três empresas de ônibus juntas. Setor de transporte público está em alerta

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 23/09/2021 às 10:32
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
A crise tem feito parte da rotina dos aplicativos de transporte como Uber e 99 no Brasil - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

As queixas sobre a baixa remuneração que têm se multiplicado entre motoristas parceiros das plataformas de transporte individual privado de passageiros, como Uber e 99, têm razão de ser. Apesar da perda de receita pelas empresas, as plataformas seguem com alto faturamento no País. Dados apresentados no Seminário Nacional de Transporte Público, promovido pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), revelam que uma única plataforma de transporte privado arrecadou, em um mês, o mesmo que três empresas de transporte público coletivo juntas.

Problema do Uber é bem maior que preço do combustível (e você paga a conta); entenda outros fatores

Os dados são da cidade de São José dos Campos, em São Paulo, a 81 quilômetros da capital e foram repassados pelo prefeito Felício Ramuth, que também é vice-presidente de Mobilidade Urbana da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). No município, uma única empresa de aplicativo arrecadou, sozinha, em agosto de 2021, a quantia de R$ 13 milhões. A arrecadação - acreditem - representa o mesmo valor arrecadado pelas três empresas de ônibus que operam no município. “O sistema de transporte por aplicativo agora, em agosto, faturou R$ 13 milhões. Já as três empresas prestadoras do serviço de transporte público faturaram os mesmo R$ 13 milhões. Com a diferença de que essas empresas operam diariamente, cumprindo horários regulados pelo poder público e linhas com alta ou baixa demanda", afirmou.

O app 99 não terá o mesmo acesso que o Uber em Olinda. No Recife, faz parceria com o Expresso da Folia nos Shoppings RioMar e Plaza
Enquanto os usuários reclamam das dificuldades para conseguir uma corrida devido aos cancelamentos e sobre a qualidade dos veículos em circulação, os motoristas parceiros responsabilizam as plataformas pelas baixas tarifas, engolidas pelo aumento sequenciado dos combustíveis - O app 99 não terá o mesmo acesso que o Uber em Olinda. No Recife, faz parceria com o Expresso da Folia nos Shoppings RioMar e Plaza

O prefeito participava do painel “O Transporte Público na UTI: impactos da pandemia na mobilidade e as ações de enfrentamento adotadas” e usou o caso de São José dos Campos para exemplificar as dificuldades enfrentadas pelo setor durante a pandemia de covid-19. O nome da plataforma não foi informado. Mas na cidade operam a Uber e a 99. A Coluna Mobilidade tenta obter mais detalhes da Prefeitura de São José dos Campos, mas ainda não conseguiu.

AUMENTO DO CUSTO PARA MOTORISTAS

Enquanto os usuários reclamam das dificuldades para conseguir uma corrida devido aos cancelamentos e sobre a qualidade dos veículos em circulação, os motoristas parceiros responsabilizam as plataformas pelas baixas tarifas, engolidas pelo aumento sequenciado dos combustíveis. Já é possível encontrar postos de combustível cobrando mais de R$ 7 pelo litro da gasolina, como acontece nos Estados do Rio de Janeiro e do Tocantins. Dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) mostram que o aumento deste tipo de combustível foi de até 51%.

Serviço ruim dos aplicativos de transporte como Uber e 99 faz demanda por táxi crescer nas grandes capitais, diz pesquisa

ARTES JC
Confira os aplicativos de transporte coletivos - ARTES JC

FUGA PARA O TÁXI

Levantamento da plataforma Vá de Táxi mostra que a demanda de passageiros por táxis tem crescido todos os dias nos últimos seis meses de 2021. Mesmo que com moderação, a leitura desse crescimento é uma só: está havendo uma migração dos usuários dos aplicativos de transporte individual devido à queda na qualidade do serviço oferecido pelos apps como Uber e 99. As reclamações têm sido constantes pelo País.

Muitos desses clientes, inclusive, já foram usuários do táxi e estão retornando à plataforma. Na visão da Vá de Táxi, aplicativo de mobilidade fundado em 2013, o aumento do número de corridas também tem influência da retomada das atividades econômicas e, consequentemente, do aumento do trânsito nas vias. Mas o que tem pesado mesmo é a queda da qualidade dos apps, evidenciada durante a pandemia. Estima-se que 60% do crescimento orgânico pode ser atribuído à péssima qualidade do serviço prestado pelos aplicativos concorrentes.

Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Na crise dos apps, PL foi apresentado no Congresso Nacional propondo que haja comunicação prévia do bloqueio, suspensão ou exclusão dos prestadores de serviço de transporte ou de entregas - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem

Comentários

Últimas notícias