COLUNA MOBILIDADE

Multas de até R$ 107 mil para locadoras que, em Pernambuco, alugarem veículos licenciados em outros estados

A nova lei foi publicada no Diário Oficial de Pernambuco e dá 120 dias para locadoras adequarem suas frotas

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 11/10/2021 às 21:33
ARNALDO CARVALHO/JC IMAGEM
Quem desobedecer a nova legislação vai pagar caro. Aliás, muito caro. A multa é de R$ 53.970 por veículo e pode chegar a R$ 107.940 no caso de reincidência - FOTO: ARNALDO CARVALHO/JC IMAGEM
Leitura:

Uma lei complementar publicada no Diário Oficial deste sábado (9/10) determina que as locadoras de veículos estabelecidas em Pernambuco devem alugar apenas veículos licenciados no Estado para seus clientes. A Lei 459/2021 altera a de número 10.849/1992, que trata sobre o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Foi dado um prazo de 120 dias para que as empresas se adequem e façam o licenciamento da frota de maneira correta.

A Lei 459/2021 prevê que os veículos de propriedade de empresa locadora domiciliada em outro estado e com estabelecimento em Pernambuco devem pagar IPVA se eles forem locados ou disponibilizados para locação no Estado. A mudança é polêmica e deverá ter impactos econômicos para as empresas de locação de veículos porque a maioria da frota é emplacada em outros estados, que têm licenciamentos mais baratos. A maioria, inclusive, é de Minas Gerais.

DAY SANTOS/JC IMAGEM
Fiscalização será feita pelo Detran-PE e empresas estabelecidas em Pernambuco têm 120 dias para se adequar à nova legislação - DAY SANTOS/JC IMAGEM

Quem desobedecer a nova legislação vai pagar caro. Aliás, muito caro. No artigo terceiro da Lei 459/2021 está prevista a apreensão do veículo e multa de R$ 53.970 em caso de desrespeito às regras, com liberação do veículo apenas após o pagamento do valor. No caso de reincidência, o prejuízo é ainda maior: a multa dobra de valor, totalizando R$ 107.940.

Em 2019, dados da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla) apontavam que 67% da frota de automóveis e comerciais leves para aluguel registrada era de veículos emplacados em território mineiro. Uma razão para essa preferência seria a cobrança de alíquota de 1% do IPVA para locadoras ou 1/4 do percentual praticado para automóveis licenciados para pessoas físicas. Porém, Minas não é o único Estado a oferecer esse benefício para o setor: o Paraná também cobra 1% dessa categoria de veículos. No Rio de Janeiro, a alíquota é ainda menor: apenas 0,5%. Em São Paulo, locadoras têm desconto de 50% na alíquota, que varia conforme o tipo de veículo. O argumento para a preferência por Minas, na época, era de que o Detran-MG era ágil e descomplicado no processo de emplacamento.

DAY SANTOS/JC IMAGEM
Fiscalização será feita pelo Detran-PE e empresas estabelecidas em Pernambuco têm 120 dias para se adequar à nova legislação - FOTO:DAY SANTOS/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias