PANDEMIA

Avanço da ômicron pressiona pontos de testagens para covid-19 no Grande Recife; semana começa com filas ainda maiores

Para desafogar demanda, governo do Estado abrirá mais dois pontos de testagem ainda neste mês. Exames também podem ser feitos nos dez postos da Prefeitura do Recife

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 23/01/2022 às 12:06
ALCIDES NUNES/JC IMAGEM
Hospital Memorial Jaboatão, em Jaboatão dos Guararapes, recebeu ação de testagem do governo do Estado - FOTO: ALCIDES NUNES/JC IMAGEM
Leitura:

Com o avanço da variante ômicron, já predominante no Estado, não tem sido fácil fazer teste de covid-19 no Grande Recife. Em diferentes pontos, os relatos são de aglomeração, longa espera, filas enormes e de muita gente que precisa voltar para casa, por não haver capacidade para todos que chegam. Neste domingo (23) não foi diferente: este foi o cenário encontrado pela reportagem nos centros de testagem localizados no Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Ginásio), na Imbiribeira, Zona Sul da capital, no Terminal Rodoviário do Recife (TIP), na Várzea, Zona Oeste, e no Hospital Memorial Jaboatão, no bairro de Engenho Velho, em Jaboatão dos Guararapes, todos administrados pelo governo estadual.

A fisioterapeuta Isabella Botelho resolveu testar contra a doença após pessoas com que ela teve contato positivarem. Ela disse ter chegado ao Geraldão às 7h40, vinte minutos antes de abrir, mas mesmo assim ficou 8h na fila. "Fui o número 440 dos 500 disponíveis. Muita gente ficou de fora quando encerraram a entrega de fichas. Quando cheguei a fila estava chegando na Rua Ribeiro de Brito, em Boa Viagem", contou. O mesmo relatou a antropóloga Hyoga Mello, que foi até o Geraldão para se vacinar. "A fila de gente para testagem estava enorme. Os carros estavam chegando na UPA (Unidade de Pronto Atendimento da Imbiribeira). E no caminho da volta, vi farmácias lotadas de gente e de carros esperando do lado de fora."

CORTESIA/ISABELLA BOTELHO
Fila para testagem no Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Geraldão), na Imbiribeira, Zona Sul da capital - CORTESIA/ISABELLA BOTELHO

Centenas de pedestres também aguardaram a vez de testar no TIP e no Hospital Memorial Jaboatão nesta manhã, em uma fila que tentava manter um distanciamento mínimo. No Geraldão e no TIP, o atendimento é feito de forma espontânea, ou seja, sem agendamento, de domingo a domingo. No Geraldão, o funcionamento é das 8h até a capacidade de 500 exames. Já no TIP o horário é das 8h às 16h. Já o Hospital Memorial Jaboatão recebeu ação de testagem rápida neste domingo, com 500 testes das 9h às 17h, por demanda espontânea sem a necessidade de agendamento, por meio do Programa TestaPE.

ALCIDES NUNES/JC IMAGEM
Hospital Memorial Jaboatão, em Jaboatão dos Guararapes, recebeu ação de testagem do governo do Estado - ALCIDES NUNES/JC IMAGEM
ALCIDES NUNES/JC IMAGEM
Hospital Memorial Jaboatão, em Jaboatão dos Guararapes, recebeu ação de testagem do governo do Estado - ALCIDES NUNES/JC IMAGEM

Buscando desafogar essa demanda, dois novos pontos do governo do estado entrarão em funcionamento. Eles serão instalados no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, com previsão para iniciar as atividades nesta segunda-feira (24), e no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon-PE), em Olinda, até o final de janeiro. Ambos funcionarão de domingo a domingo, das 8h às 17h, sem necessidade de agendamento.

Mais dois postos de testagem estão em funcionamento diariamente das 8h às 17h sob gestão estadual. Um está no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre, exclusivo para passageiros em trânsito e funcionários na área de desembarque do terminal aeroviário, com demanda espontânea. Outro é na área externa antiga Fusam - Fundação de Saúde Amaury de Medeiros, na Praça Oswaldo Cruz, no bairro da Boa Vista, no Recife.

Pontos municipais

Ainda, a população pode buscar o exame nos pontos administrados pela Secretaria de Saúde Municipal (Sesau) no Parque da Macaxeira, no bairro de mesmo nome, e no Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro, de domingo a domingo, das 8h às 17h. Cada um desses locais oferta 800 testes por dia e a marcação é disponibilizada diariamente a partir das 18h com as vagas para o dia seguinte. Para ter acesso ao serviço nestes locais, a população deve agendar o teste através do aplicativo Atende em Casa ou pelo site https://testecovid19.recife.pe.gov.br

Oito unidades de saúde da rede municipal também realizam o teste de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os pontos funcionam na Policlínica Waldemar de Oliveira, em Santo Amaro; na Upinha Eduardo Campos, na Bomba do Hemetério; no Centro de Saúde Professor Mário Ramos, em Casa Amarela; na Upinha Vila Arraes, na Várzea; no Centro de Saúde Professor Romero Marques, no Prado; no Centro Social Urbano (CSU) Afrânio Godoy, na Imbiribeira; na Upinha Moacyr André Gomes, no Morro da Conceição; e na Policlínica Arnaldo Marques, no Ibura.

No entanto, parece que a realidade nos postos municipais do Recife também não é diferente pelo que descreveu a estudante Laryssa Monteiro, que esteve nesse sábado (22) no Compaz Ariano Suassuna, na Abdias de Carvalho. "Estava muito lotado e não consegui fazer o teste. Na fila tinha gente que tinha chegado de madrugada para conseguir a ficha", disse.

Comentários

Últimas notícias