AVANÇO

Fernando de Noronha será reaberta em setembro para turistas que já tiveram covid-19

A informação foi divulgada pelo administrador da ilha, Guilherme Rocha, na tarde desta quinta-feira (27)

JC
JC
Publicado em 27/08/2020 às 17:30
Notícia
HEUDES REGIS/ACERVO JC IMAGEM
Bilhete dá acesso a praias como Sancho, Leão, Sueste e Atalaia - FOTO: HEUDES REGIS/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Durante coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (27), o administrador da Ilha de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, anunciou que o arquipélago voltará a receber turistas a partir da próxima terça-feira (1°). Apesar da liberação, só estarão autorizados a entrar na ilha turistas que já foram infectados pelo novo coronavírus.

>> Sustentabilidade é o desafio do turismo em Fernando de Noronha

Segundo Rocha, o turista deverá comprovar, por meio da apresentação de exame, que já contraiu o vírus. A comprovação deve ser feita por meio do teste RT-PCR, com diagnóstico positivo há mais de 20 dias, ou por meio da apresentação do exame sorológico, que informa se a pessoa possui anticorpos para o vírus. O resultado dos exames deverá ser enviado no ato do pagamento da Taxa de Preservação Ambiental, que a partir de agora será feita, exclusivamente, por meios digitais.

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, que também participou da coletiva, afirmou que o arquipélago "é um caso de sucesso". "Noronha é um caso de sucesso do ponto de vista de controle da covid-19. Não há transmissão comunitária na ilha há um bom tempo. Esse passo que vai ser dado busca segurança e reatividade das atividades econômicas", disse.

Um dos principais atrativos turísticos do Brasil, o arquipélago pernambucano esteve fechado para os visitantes por cerca de cinco meses como medida de controle do contágio da covid-19. No entanto, a atividade econômica prioritária da ilha vem do turismo. De acordo com dados do governo do Estado, a movimentação turística é a principal responsável pela receita de Noronha, que gira em torno de R$ 42 milhões (R$ 36 milhões vindos da Taxa de Preservação e R$ 6 milhões de ISS).

Refeno confirmada

Durante a coletiva de imprensa, o administrador do arquipélago, Guilherme Rocha, também confirmou que a disputa da Regata Recife-Fernando de Noronha 2020 (Refeno) está autorizada para acontecer em outubro deste ano. A largada da 32ª edição será no dia 10 de outubro, um sábado. A Refeno parte do Marco Zero, no Recife, e segue uma travessia de 300 milhas náuticas, o equivalente a 560 quilômetros, até o Mirante do Boldró, na ilha. "É preciso ressaltar que os participantes desse evento deverão respeitar as orientações sanitárias para evitar a proliferação da covid-19", ressaltou Guilherme Rocha.

Dados da covid-19 em Noronha

De acordo com o último boletim com os números da covid-19 em Fernando de Noronha, datado desta quarta-feira (26), o arquipélago tinha 94 casos confirmados, 76 em investigação e outros 903 descartados. Entre os confirmados, 93 já estão recuperados, e apenas um está em isolamento domiciliar. Fernando de Noronha não registra óbitos por causa do novo coronavírus.

Comentários

Últimas notícias