nos estados unidos

Maratona de Boston é cancelada pela primeira vez na história

Maratona de Boston realizaria em 2020 sua 124ª edição. Corrida virtual será organizada para a data do evento, em 14 de setembro

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 01/06/2020 às 8:35
Notícia
Divulgação
Em 124 anos de história, a Maratona de Boston foi cancelada pela primeira vez em 2020 - FOTO: Divulgação
Leitura:

A edição de 2020 da Maratona de Boston foi cancelada na semana passada por conta da pandemia do novo coronavírus. Tradicionalmente realizada na terceira segunda-feira do mês de abril, a prova este ano havia sido remarcada para 14 de setembro. No entanto, por conta dos efeitos da covid-19 nos Estados Unidos, o prefeito da cidade se antecipou e comunicou que este ano não será possível receber os milhares de corredores para a realização do evento. Esta é a primeira vez que prova é cancelada em 124 anos de história.

A organização da prova revelou que será uma maratona virtual será realizada na data marcada, dia 14 de setembro. Boston não divulgou muitos detalhes, mas antecipou que os corredores que quiserem completar 42km em sua cidade poderá fazê-lo, enviar as informações e, após avaliação, será enviado um kit com medalha e camisa. 

Para os corredores que estavam garantidos para a edição de 2020, o índice classificatório valerá também para a edição de 2021. A nova qualificação reunirá os atletas com aplicações para os dois anos, o que pode resultado em maior concorrência. 

Coronavírus e vida priorizada

O cancelamento da Maratona de Bostou foi divulgado três meses e meio antes da realização da prova e foi antecipado pelo prefeito da cidade. A mensagem que fica é que a prioridade no momento é proteger e salvar vidas. A pandemia do novo coronavírus já foi controlada em muitos países, inclusive nos Estados Unidos - Brasil é o novo epicentro -, mas sem a confirmação de uma vacina fica arriscado promover eventos com milhares de pessoas. A prova todos os anos cerca de 7 mil corredores e atrai milhares de pessoas para assistir ao evento. 

Para 2021, a solução é promover as corridas virtuais no sentido de movimentar a economia e evitar aglomerações. Para se ter uma ideia, a organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio e o Comitê Olímpico Internacional (COI) já admitiram que o cancelamento do maior evento esportivo do mundo está na pauta se não houver uma vacina ou medidas eficazes de proteção contra o coronavírus. A nova data de Tóquio-2020 é 23 de junho de 2021.

Comentários

Últimas notícias