Sem feriado no Carnaval, lojistas do Recife prometem promoções

Em entrevista à Rádio Jornal, nesta quarta-feira (10), o presidente da CDL Recife, Fred Leal, elogiou decisão do governo estadual de suspender o ponto facultativo

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 10/02/2021 às 11:52
Notícia

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Comerciantes estão esperançosos em reduzir os prejuízos trazidos pela pandemia - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

Em entrevista ao programa Passando a Limpo, da Rádio Jornal, na manhã desta quarta-feira (10), o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL Recife), Fred Leal, comemorou a suspensão do ponto facultativo do Carnaval de 2021 pelo governo de Pernambuco. Para o empresário, a decisão foi acertada e deve ajudar o setor varejista, que sofreu com a chegada da covid-19 em 2020. Segundo ele, com a abertura das lojas no período, os consumidores poderão aproveitar promoções de mercadorias no Centro da capital pernambucana e em shoppings da cidade.

"A decisão do governo foi muito boa, porque tivemos um 2020 difícil, e este trimestre não está sendo fácil. Então, teremos uns dias a mais para abrir. Nós, da CDL, fizemos uma pesquisa com os lojistas do Centro do Recife e dos shoppings e vimos que todos estão querendo abrir neste Carnaval. O pessoal está animado, por isso, vamos estar com as portas abertas no sábado, domingo, segunda, terça e quarta. Todos os dias", disse Fred Leal, afirmando estar esperançoso em reduzir os prejuízos trazidos pela pandemia. "Vamos ter um período normal e, por isso, nós estamos animados e vamos fazer promoções", completou.

Fechamento de bancos

Apesar de muitos municípios brasileiros cancelarem o ponto facultativo do Carnaval 2021, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) afirmou, na última sexta-feira (5), que o feriado está mantido nos dias 15 e 16 de fevereiro, segunda e terça-feira de Carnaval, portanto não haverá atendimento ao público nas agências bancárias nestas datas.

A decisão acendeu o alerta nos lojistas, que pedem o funcionamento dos bancos. Como o governo federal decidiu manter o ponto facultativo para seus servidores, o Banco Central (Bacen) deve fechar as portas a partir do próximo sábado, voltando apenas na quarta-feira, às 12h. Com isso, outras instituições bancárias devem ser obrigadas a fechar as portas, porque dependem do funcionamento do Bacen.

"Temos feito algumas tratativas nacionalmente com a Febraban para que os bancos abram. Isso é muito importante. Porque, na medida em que eles abrem, teremos um movimento bem maior. Isso ainda não nos preocupa, mas precisamos que os bancos estejam abertos", afirma Fred Leal, segundo quem a movimentação deve crescer cerca de 10% a 20% com a abertura dessas instituições. "Vamos pautar até o fim para que os bancos abram, mas se não abrirem, paciência", pontuou ele.

Comentários

Últimas notícias