Pandemia

Salvador, Fortaleza e João Pessoa não realizarão festas de réveillon; confira a posição do Recife

Prefeituras afirmam que apesar da vacinação, ainda há um cenário de incertezas sobre a pandemia

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 29/11/2021 às 18:45
Notícia
SÉRGIO BERNARDO/ACERVO JC IMAGEM
SHOW DE LUZES No Recife, o prefeito João Campos avisou que haverá somente queima de fogos de artifício, sem estampido, em polos descentralizados da capital pernambucana - FOTO: SÉRGIO BERNARDO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Atualizada às 8h55 do dia 30.11

Com a chegada do mês de dezembro, diversas cidades começam a anunciar se realizarão, ou não, festividades públicas para comemorar o réveillon. Os municípios que estão cancelando justificam que ainda estamos em meio à pandemia de covid-19.

O prefeito de Salvador (BA), Bruno Reis, anunciou o cancelamento do Festival Virada, para celebrar o réveillon, nesta segunda-feira (29). O gestor destacou que a decisão sobre a realização do Carnaval ainda não foi tomada, e será divulgada junto com o Governo da Bahia.

Cidades como São Paulo e Rio de Janeiro continuam com suas programações de festa de fim de ano.

Reis destacou que embasou a decisão nos dados relacionados à pandemia, como: a ocupação de leitos, números de óbitos e internações, além do avanço da vacinação na capital baiana.

"Hoje, Salvador tem 99% da população acima dos 12 anos vacinada em 1ª dose, e 81% da mesma faixa com a 2ª dose. Estamos vacinando pessoas do interior, sem exigir que o cartão do SUS seja de Salvador, e que as pessoas tenham o nome na lista. Também já estamos vacinando todos acima de 18 anos, com a terceira dose, a partir dos cinco meses da data da 2ª aplicação", disse.

Recife

Na manhã desta terça-feira (30), o prefeito do Recife, João Campos, anunciou que a capital pernambucana não terá shows promovidos pela prefeitura no Réveillon. Haverá apenas queima de fogos, sem estampido, em pontos descentralizados. O gestor não cravou proibição sobre a realização de eventos privados.

Fortaleza

Na capital do Ceará, Fortaleza, o prefeito José Nogueira (PDT) anunciou que está descartada a possibilidade da realização de festa pública de réveillon, em razão da pandemia de covid-19.

A decisão da prefeitura saiu um dia depois de o governador Camilo Santana anunciar que grandes eventos de réveillon estão proibidos em todo o Estado em 2021. Em uma transmissão ao vivo nas redes sociais, na sexta-feira (26), o governador informou que só serão permitidos eventos cumprindo as medidas previstas em decreto anterior para o período.


João Pessoa

Em João Pessoa, o prefeito Cícero Lucena anunciou, na tarde desta segunda-feira (29), que a Prefeitura não promoverá festas de rua em comemoração ao Réveillon este ano. A decisão foi tomada com o intuito de evitar aglomerações e a circulação de novas variantes da covid. 

“Já temos mais de 86% da população vacinada com a segunda dose, mas é preciso cautela. Ao lado do Governo do Estado, resolvemos que o poder público não pode estimular aglomerações. Festa de rua impede medidas de controle, como a identificação de vacinados e do uso de máscaras”, explicou o prefeito.

A praia, no entanto, continuará liberada, com as pessoas usando máscaras e mantendo o distanciamento social. Festas em bares e em casas de shows podem acontecer com protocolos de prevenção.

Palmas

A Prefeitura de Palmas, capital do estado do Tocantins, confirmou nesta segunda-feira (29) que não haverá programação do réveillon 2022. Por causa da pandemia do coronavírus, o tradicional evento de virada de ano com direito a shows e queima de fogos de artifício não será realizado pelo segundo ano consecutivo.

Florianópolis

Florianópolis terá queima de fogos no réveillon este ano, mas sem shows. O objetivo é evitar aglomerações e o contágio da covid-19. A prefeitura confirmou na tarde desta segunda-feira (29) que não haverá mudança nesse plano por conta da nova variantes ômicron do coronavírus. O município informou que a ideia é fomentar comemorações nos próprios bairros, para girar a economia local e evitar grandes aglomerações.

Belo Horizonte

Ao jornal O Globo, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, informou que não planejou comemoração de réveillon.

Comentários

Últimas notícias