Tem que evoluir

Elenco espera mudanças para que, em 2021, Náutico tenha melhor desempenho

Jogadores querem que o Timbu vá em busca do título estadual e faça uma Série B para conquistar o acesso à Primeira Divisão

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 28/01/2021 às 8:09
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Elenco espera a nova temporada melhor que a atual para buscar o acesso - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

A atual temporada do Náutico foi cercada de expectativas, desde os atletas até os torcedores. Pelo elenco montado, também por vir de um título da Série C em 2019, esperava-se que o Timbu brigasse por boas campanhas nas competições que disputou. No Estadual, foi eliminado nas semifinais e perdeu a vaga para o Nordestão deste ano. Na própria Copa do Nordeste, caiu na fase de grupos. Pela Copa do Brasil, deu adeus ao torneio na segunda fase. Na Série B, onde havia um discurso de brigar pelo acesso e título, a frustração foi ainda maior, com uma luta até o fim para permanecer na competição para 2021. Conseguiu, mas acabou sendo pouco diante do projetado. Por isso, internamente, o próprio elenco sente que é preciso haver mudanças para que a próxima temporada seja melhor.

“Acho que o Náutico tem que ter um planejamento melhor para a temporada em todos os aspectos, seja com o time, logística, coisas fora de campo. Esperamos fazer um grande ano. Vamos ter duas competições, o Campeonato Pernambucano e Brasileiro (o Timbu ainda tem uma chance, ainda que remota, de participar da Copa do Brasil de 2021). No Pernambucano temos que entrar para sermos campeões. O Náutico tem que pensar assim. A gente começa por aí e depois pensamos em fazer uma grande Série B”, avaliou o centroavante Kieza.

O discurso do K9 é endossado pelo volante Rhaldney. O prata da casa acredita que uma reformulação é necessária, com a chegada de peças que incrementem o time para, enfim, lutar pelo topo da Série B e levantar troféus em 2021. “Acho que tem que se reformular o elenco, porque ano novo tem que vir coisas novas. Não falando do grupo, mas precisamos de peças importantes para nos deixar mais fortes do que já somos. Focados sempre em grandes objetivos”, acrescentou o cabeça de área.

Nivelamento ainda maior

Garantido na Série B de 2021, o Náutico passa a observar a formação do campeonato. Vindos da Terceira Divisão, subiram camisas tradicionais como Remo e Vila Nova, ao lado do Brusque-SC e Londrina-PR. No Brasileirão da Série A, o rebaixamento ainda está indefinido, mas já se desenha a queda do Botafogo, que se junta ao Cruzeiro, outro time que figura entre os maiores do país, e que permaneceu na Segundona. Assim, os alvirrubros estão atentos e se mostram ansiosos por essa disputa.

“A gente até vem conversando sobre isso. Vai ser uma Série B muito complicada pelos times que já estão garantidos nela, pelos que estão descendo da Série A para B. Eu, particularmente, gosto de jogar contra grandes times e a gente vai se preparar da melhor forma possível”, finalizou Kieza.

Comentários

Últimas notícias