Sem papas na língua

Náutico: Kieza não se vê como polêmico e rebate críticas de quem ficou o "julgando e falando um monte de m..."

Fotos do atacante em churrasco no começo de janeiro, em meio à pandemia da covid-19, repercutiram negativamente em um momento decisivo do Timbu na Série B

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 27/01/2021 às 19:30
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
DESEMPENHO Atacante marcou 11 gols em 36 jogos na temporada - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O ano de Kieza no Náutico acabou bem, individualmente falando, dentro de campo. Fora de campo, aconteceram alguns desgastes do centroavante envolvendo redes sociais, imprensa e torcedores, principalmente por questões relativas à covid-19. Ele, que não contraiu a doença, postou ou foi marcado em fotos com aglomerações, o que gerou uma repercussão negativa. O centroavante alvirrubro descartou o rótulo de polêmico. Falou que é uma pessoa de personalidade forte, que se considera verdadeiro, e quem não o conhece fica “julgando, falando um monte de m…”.

 

“Eu não me considero polêmico, eu só falo a verdade. As pessoas preferem que a gente fale mentiras e quando se é verdadeiro, parece que você é de outro planeta. Eu não sou assim, sou de falar a verdade, doa o que doer, não ligo para isso, é o meu jeito. Minha personalidade é muito forte, sou dessa maneira e é assim que as pessoas gostam de mim. As pessoas que me conhecem de verdade sabem como eu sou, quem não me conhece fica me julgando, falando um monte de besteira, um monte de merda. Me importo com quem me conhece, sabe do meu coração, sabe a pessoa que eu sou. Procuro ser verdadeiro, sempre estar com os torcedores, aqueles que querem conversar”, falou Kieza.

Antes do jogo contra o Paraná, pela Série B, o atacante esteve com o meia Jorge Henrique em um churrasco ao lado de um digital influencer e outras pessoas. Apesar das fotos e vídeos da confraternização não caracterizarem uma grande aglomeração, a repercussão negativa foi grande. Uma semana depois, antes da viagem para enfrentar a Ponte Preta em Campinas-SP, o atacante havia testado positivo para a covid-19, mas a contraprova mostrou que ele não estava contraído a doença. Pelas informações de que ele estaria de fora da partida, o K9 também respondeu, via rede social, sobre as críticas. Ele negou que tenha feito deboche em qualquer momento em relação à enfermidade e que segue mantendo seus cuidados para não contraí-la.

“Primeiramente, nem deboche eu fiz. Eu só quis colocar um ponto que as pessoas acharam que eu já tinha pego covid, que tenho passado covid para dentro do clube, e nem peguei. Pessoas próximas de mim já pegaram e eu, até hoje, não testei positivo para a doença. Ela é muito complicada, a gente sabe, tenho meus cuidados. Então acho que foram infelizes na semana que colocaram sobre isso e eu só quis dar uma resposta. Mas a gente sabe o quanto essa doença é perigosa, difícil. Estamos sempre tomando nossos cuidados, e ficamos tristes pelas pessoas que já pegaram e que perdemos até hoje”, encerrou.

Comentários

Últimas notícias