TRÂNSITO

Trem do Metrô do Recife apresenta problema mecânico e atrasa saída nesta segunda (18)

Um outro veículo substituiu o quebrado e partiu às 5h30, horário em que o fluxo foi normalizado

JC
JC
Publicado em 18/01/2021 às 8:39
Notícia

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
De acordo com a CBTU, o ramal Camaragibe, da Linha Centro, a Linha Sul e o VLT não foram afetados pelo problema - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

O primeiro trem que parte da Estação Jaboatão, às 5h05, apresentou, nesta segunda-feira (18), um problema mecânico que impediu sua circulação. Um outro veículo substituiu o quebrado e partiu às 5h30, horário em que o fluxo foi normalizado.

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) Recife, a manutenção foi acionada e atua no veículo, que ainda se encontrava na estação até a publicação desta reportagem.

De acordo com a CBTU, o ramal Camaragibe, da Linha Centro, a Linha Sul e o VLT não foram afetados pelo problema.

Problemas no Metrô do Recife

Na última segunda-feira (11), o Metrô do Recife também apresentou falhas na operação. Os trens precisaram operar em via singela, quando utilizam apenas uma das vias nos dois sentidos, entre as 07h15 e as 13h10.

No ano passado, o Metrô do Recife registrou diversas falhas no sistema. Algumas delas causadas pelo roubo de cabos. Em dezembro, a Linha Sul foi paralisada na manhã do dia 4 após um trem apresentar falhas técnicas ao chegar na Estação Imbiribeira.

No mês anterior, os trens da Linha Centro circularam com velocidade reduzida por conta de mais um furto de cabos de sinalização entre as estações Joana Bezerra e Afogados. No mesmo dia, um princípio de incêndio foi registrado embaixo de um trem que se aproximava da Estação Mangueira, na linha Centro. Ainda em novembro, o desalinhamento de trem em estação assustou passageiros do Metrô do Recife.

Segurança


Com o objetivo de reprimir atividades criminais no sistema de transporte, a Operação Linha Segura foi lançada em janeiro deste ano. O trabalho conta com o Batalhão de Choque da PMPE e outras unidades especializadas e batalhões de área. Os policiais serão lançados nas estações e em patrulhas móveis dentro das composições. Segundo a corporação, eles atuarão em abordagens preventivas e orientações quanto às atividades proibidas. Apesar de reforço da PM no Metrô do Recife, passageiros seguem reclamando da falta de policiamento nas estações.

Comentários

Últimas notícias