comércio

Feira da Sulanca, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, registra aglomeração no horário de abertura

Apesar do tumulto inicial, a Sulanca teve movimentação tranquila ao longo da manhã, assim como a feira de Santa Cruz do Capibaribe

JC
JC
Publicado em 01/03/2021 às 11:10
Notícia
WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação na abertura da Feira da Sulanca em Caruaru - FOTO: WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR
Leitura:

Com informações de Wesley Santos e Luiz Carlos Fernandes, da TV Jornal Interior

Com as novas medidas restritivas em vigor no interior de Pernambuco em razão da pandemia do novo coronavírus, a Feira da Sulanca, em Caruaru, e a feira no Moda Center Santa Cruz, em Santa Cruz do Capibaribe, ambas no Agreste, contam com uma movimentação tranquila de pessoas nesta segunda-feira (1º).

>> Com horário especial devido às novas restrições, Feira do Jeans, em Toritama, registra pouco movimento neste domingo

>> Saiba quais serviços poderão funcionar em Pernambuco durante o aumento das restrições

>> Em Pernambuco, bares e restaurantes só poderão funcionar via delivery em parte da noite e madrugada

>> Covid-19: Pernambuco determina suspensão de atividades econômicas e sociais, das 20h às 5h, em três regiões do Estado

Com o novo decreto, os dois locais agora só podem funcionar a partir das 5h, até as 20h. Apesar da tranquilidade desta manhã, em Caruaru foi registrada uma aglomeração de pessoas no horário de abertura da feira, principalmente no portão número 2, um dos principais pontos de acesso ao local.

"Encontramos alguma dificuldade na entrada, porque todos vêm para a feira nesse horário, mas vamos falar com o governo para ver se flexibiliza esse horário de entrada", disse Pedro Moura, presidente da Associação dos Sulanqueiros.

WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação na abertura da Feira da Sulanca em Caruaru - WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR
LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação no Moda Center Santa Cruz - LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação no Moda Center Santa Cruz - LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação no Moda Center Santa Cruz - LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação no Moda Center Santa Cruz - LUIZ CARLOS FERNANDES/TV JORNAL INTERIOR
WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação na abertura da Feira da Sulanca em Caruaru - WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR
WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR
Movimentação na abertura da Feira da Sulanca em Caruaru - WESLEY SANTOS/TV JORNAL INTERIOR

A reportagem observou que quem chegou antes das 6h conseguiu entrar sem que houvesse nenhuma fiscalização, uma vez que não havia equipes da prefeitura nas barreiras sanitárias. A partir desse horário, as pessoas passaram a ser abordadas na entrada. Além disso, mesmo a higienização sendo primordial no combate ao novo coronavírus, os lavabos localizados na feira não possuíam água.

Embora tenham passado pelas mudanças, os sulanqueiros preferem seguir os protocolos do que enfrentar um possível novo fechamento da feira. "Seria um verdadeiro caos se fechasse novamente, porque não existe mais auxílio [emergencial]. A economia do Agreste é fundamentada no polo de confecção, em que mais de 100 mil empregos diretos e indiretos são gerados no dia da feira. O fechamento traria um prejuízo muito grande para o Estado e para o ser humano. É melhor aumentar a fiscalização do que fechar", declarou Pedro. 

A

No Moda Center Santa Cruz, principal centro de comercialização de Santa Cruz, o movimento de vendedores e clientes também foi tranquilo nesta manhã.

Prefeitura de Caruaru

Por meio de nota, a Prefeitura de Caruaru afirmou que a fiscalização contra aglomerações tem sido feita "durante todo o processo de montagem e serviços das barreiras sanitárias, desde as primeiras horas do domingo (28), sendo reforçada no período das 17h do até às 5h desta segunda". Além disso, o órgão disse que "dos 20 lavabos disponíveis no local, apenas um precisou ser reabastecido devido a grande demanda, e segue atuando até o fim da feira para que todos os protocolos e serviços funcionem de maneira adequada".

Veja o texto na íntegra:

Secretaria de Serviços Públicos de Caruaru informa que a montagem da barreira sanitária na Feira da Sulanca ocorreu ontem pela manhã (28). A SESP ainda esclarece que, dos 20 lavabos disponíveis no local, apenas um precisou ser reabastecido devido a grande demanda, e segue atuando até o fim da feira para que todos os protocolos e serviços funcionem de maneira adequada.

A fiscalização contra aglomerações esteve presente durante todo o processo de montagem e serviços das barreiras sanitárias, desde as primeiras horas do domingo (28), sendo reforçada no período de 17 hrs do domingo até as 05 horas da manhã de hoje.

Durante a abertura, houveram ações de orientação para disciplinar o fluxo das pessoas de maneira a evitar aglomerações. Essas ações seguem até o fim da feira.

Toritama

a Feira do Jeans, que acontece no município de Toritama, no Agreste de Pernambuco funcional em horário especial nesse domingo (28), das 8h às 17h. Tradicionalmente, a feira acontece das 14h às 22h.

Na ocasião, a reportagem da TV Jornal Interior acompanhou a movimentação no local, que estava tranquila. A responsável pela Vigilância Ambiental, Epidemiológica e Sanitária de Toritama, Diana Oliveira, afirmou que a Feira do Jeans está seguindo todos os protocolos de prevenção à covid-19. "Estamos atendendo às normas, usando álcool em gel, usando termômetro para medir a temperatura dos clientes e feirantes. E o pessoal da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Saúde está caminhando pela feira para orientar as pessoas quanto ao uso da máscara e do álcool em gel", disse.

A tranquilidade no local, segundo a representante da prefeitura, foi também devido à baixa temporada e à plataforma de vendas online. "A baixa temporada e a mudança de horário dá uma baixa. Os clientes também estão com medo dessa nova onda [da covid-19] e o online cresceu muito na nossa região. Tem muita gente que não está vindo", comentou a diretora da Vigilância Sanitária.

Comentários

Últimas notícias