GRANDE RECIFE

Passageiro do Rio Doce/CDU, Gil do BBB 21 afirma: "conhece Olinda e Recife, nem precisa de guia turístico"

Doutorando em Economia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Várzea, Zona Oeste do Recife, e morador do Janga, em Paulista, o famoso 'Gil do Vigor' percorria cerca de 25 quilômetros todos os dias para estudar

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 04/05/2021 às 15:09
Notícia
BRUNO RODRIGUES/ONIBUS BRASIL/CORTESIA
Após a entrevista, as redes sociais foram tomadas de relatos sobre a famosa linha que percorre os subúrbios de Olinda e Recife - FOTO: BRUNO RODRIGUES/ONIBUS BRASIL/CORTESIA
Leitura:

Quarto lugar no BBB 21, o pernambucano Gilberto Nogueira falou nesta terça-feira (4) sobre sua relação com o transporte público da Região Metropolitana do Recife (RMR). Doutorando em Economia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Várzea, Zona Oeste do Recife, e morador do Janga, em Paulista, o famoso 'Gil do Vigor' percorria cerca de 25 quilômetros todos os dias para estudar.

"Você pega o (ônibus) Rio Doce/CDU e conhece Olinda e Recife. Nem precisa de guia turístico", disse, enquanto falava descontraidamente sobre a rotina durante entrevista à TV Globo. O transtorno no deslocamento, no entanto, é uma realidade de muitos estudantes.

Após a fala de Gil, as redes sociais foram tomadas de relatos sobre a famosa linha que percorre os subúrbios de Olinda e Recife. O tour turístico do Rio Doce/CDU é só pra os guerreiros vigorosos mesmo, viu", disse uma internauta. "Eu odeio o Rio Doce/CDU kkkkkk já passei mal dentro do ônibus, mas vou levar meus amigos pra esse tour", contou outra.

"Já andei muito de Rio Doce CDU pra terminar meu mestrado, viu. É horrível ter que escrever ou fazer alguma coisa depois de perder 2 horas e meia em uma viagem que poderia ser 45min. @gilnogueiraofc
representa demais e sabe demais o que a gente passa", afirmou um internauta.

Tal desgaste causado pela longa viagem foi, inclusive, citado por Gil. "Você já entra na sala de aula com desgaste mental tão grande que a absorção do assunto vai ser muito menor. Isso precisa ser debatido, precisamos deixar as pessoas com condições iguais para renderem melhor, absorverem mais. A educação é a única forma que o brasileiro pobre tem de mudar de vida", disse o participante do reality, que contou diversas vezes no programa a dificuldade que teve para ascender socialmente através dos estudos.

A escassez de transporte público no Janga foi retratada na reportagem "Hospitaleira e mal cuidada: conheça 'Manepá', a terra do Gil do Vigor do BBB 21".  Para o comerciante Antônio Pereira, 43 anos, esse é o maior problema da região. “Aqui ruim é ônibus, só tem de manhã cedo para Paulista. Se você for para a parada agora, você vai passar mais de horas esperando e não vai passar. Só passa na rua de trás para fazer o balão para Pau Amarelo, não tem ônibus para Paulista. Você tem que pegar uma kombi para ir.”

Segundo o Consórcio Grande Recife, passam quatro linhas pela avenida: 1922 - Pau Amarelo/TI Pelópidas, a 1950 - Engenho Maranguape/Varadouro, a 1955 - Engenho Maraguape/TI Pelópidas e a 1978 - Loteamento Conceição/TI Rio Doce. No entanto, o número varia dependendo do trecho da via, já que nem todas percorrem do início ao fim da Manepá.

 

Comentários

Últimas notícias