NOTÍCIAS DA MANHÃ

Concurso público anunciado em Pernambuco; Irmã Adélia pode virar santa; esquema de agiotagem. Comece o dia bem informado

Veja as principais notícias do Jornal do Commercio na manhã desta quarta-feira (13)

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 13/10/2021 às 7:52
Notícia
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Palácio do Campo das Princesas, no bairro de Santo Antônio, Centro do Recife - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

Confira o que você precisa saber para começar o dia bem informado

Pernambuco anunciará novo concurso público para a Secretaria de Educação

Além da assinatura de decreto que garantirá bônus a professores, o Governo de Pernambuco também detalhará nesta quarta-feira (13) novo concurso público para a Secretaria de Educação, segundo divulgou assessoria de imprensa nessa terça-feira (12). O anúncio será feito às 9h no Palácio do Campo das Princesas, na Praça da República, Centro do Recife. Até então, não se sabe quais são os salários e cargos disponíveis.

LEIA MAIS

Pernambuco anunciará novo concurso público paraa Secretaria de Educação

Saiu edital do concurso com 519 vagas para Policia Civil de Minas Gerais; saiba como se inscrever

Concursos públicos e seleções oferecem mais de 21 mil vagas com salários de até R$ 28,8 mil

Ao lado do secretário Marcelo Barros, o governador Paulo Câmara (PSB) sancionará projeto do Bônus de Desempenho Educacional (BDE), uma premiação extra em dinheiro paga pelo Governo do Estado para profissionais das escolas que atingem metas pactuadas.

O salário extra já deverá ser pago na sexta-feira (15), Dia do Professor, após a Assembleia Legislativa de Pernambuco ter aprovado pedido do Executivo estadual para modificar um dos artigos da lei. Agora só faltam a sanção do governador e a publicação de um decreto com o detalhamento do pagamento.

FREEPIK/DIVULGAÇÃO
Professora - FREEPIK/DIVULGAÇÃO

Irmã Adélia pode ser a primeira santa pernambucana

O bispo diocesano de Pesqueira, Dom José Luiz Salles, e o bispo-auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Limacêdo Antônio falarão durante coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (13), às 10h30, sobre Maria da Luz, mais conhecida como irmã Adélia (1922-2013).

LEIA MAIS

Irmã Adélia pode ser a primeira santa pernambucana; conheça a história da religiosa

A coletiva acontecerá no Memorial Irmã Adélia, localizado no Colégio Damas, no bairro das Graças, Zona Norte do Recife e é a primeira vez, em 85 anos, que a Igreja Católica faz uma declaração oficial sobre os fenômenos de natureza espiritual ocorridos em Cimbres, no município de Pesqueira (Agreste de Pernambuco).

Em seguida, às 11h, os dois bispos celebrarão uma missa em intenção pelos oito anos de falecimento de irmã Adélia, que se dedicou à vida consagrada como Religiosa da Instrução Cristã. Em 2019, a Diocese de Pesqueira e o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã iniciaram o processo de beatificação e canonização. Dessa forma, ela poderá ser a primeira santa pernambucana. Há vários relatos de possíveis milagres praticados por irmã Adélia. Eles só podem vir a público quando o pedido for aprovado no Vaticano.

DIVULGAÇÃO
Em 2019, a Diocese de Pesqueira e o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã iniciaram o processo de beatificação e canonização de irmã Adélia - DIVULGAÇÃO

Juros a 20% e cartões dos 'clientes' recolhidos: esquema de agiotagem no Grande Recife envolvia policiais

O forte esquema de agiotagem no Grande Recife, que resultou na demissão de um soldado da Polícia Militar de Pernambuco na última semana, fez centenas de vítimas, como apontam os autos do processo conduzido pela Segunda Vara Criminal da Comarca de Paulista. Ao menos oito pessoas foram acusadas de envolvimento no esquema - incluindo outros policiais e ex-militares. Dois sargentos seguem sob investigação na Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS). 

LEIA MAIS

Juros a 20% e cartões dos 'clientes' recolhidos: esquema de agiotagem no Grande Recife envolvia policiais

Policial acusado de forte esquema de agiotagem em Pernambuco é excluído da corporação

A nova cara da 'agiotagem': empresas oferecem empréstimos por cartão de crédito, descumprindo leis e enganando clientes no Grande Recife

A coluna Ronda JC teve acesso a detalhes inéditos do caso nesta terça-feira (12). Segundo as investigações, o grupo emprestava dinheiro a juros extorsivos condicionando a liberação a assinatura de cheques e notas promissórias, bem como ameaçava os inadimplentes. Os juros eram de, no mínimo, 20%. "Quem não pagava o empréstimo, mas tinha o nome limpo no Serviço de Proteção ao Crédito - SPC era levado pelo grupo ao banco para solicitar empréstimos. Os cartões e senhas das vítimas ficavam com os acusados. Já quem devia a eles e tinha o nome negativado sofria ameaças e repassava imóveis e objetos pessoais ao grupo", descreve o processo que foi resultado das investigações conduzidas pela Polícia Civil de Pernambuco em 2015.

Foto: Fernando Seabra JC
Quatro servidores públicos e 2 ex-servidores foram presos - Foto: Fernando Seabra JC

Comentários

Últimas notícias