Alerta

Apac renova alerta vermelho e indica continuidade das chuvas para o domingo (29) em Pernambuco

A Apac também informou a previsão para a noite do sábado (28); confira

Cássio Oliveira
Cadastrado por
Cássio Oliveira
Publicado em 28/05/2022 às 18:29 | Atualizado em 28/05/2022 às 19:08
GLEYDSON XAVIER/JC IMAGEM
Deslizamento em Jardim Monte Verde causado pelas chuvas, em Jaboatão dos Guararapes - FOTO: GLEYDSON XAVIER/JC IMAGEM
Leitura:

Por conta dos acumulados de chuva já estarem muito altos em diversos pontos de Pernambuco, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) manteve o nível de risco no ''vermelho''.

Em nota, divulgada na tarde deste sábado (28), a Apac informou estar acompanhando a evolução dos sistemas meteorológicos atuantes em Pernambuco, atualizando diariamente a previsão em seu site e redes sociais.

A previsão do tempo para a noite deste sábado indica continuidade das chuvas com intensidade forte até a madrugada na Região Metropolitana do Recife, Mata Norte, Mata Sul e Agreste.

"Para o domingo (29), deve ficar com intensidade moderada a forte, pois o sistema começará a reduzir ao longo do dia e se deslocar para Alagoas. Os modelos indicam maior probabilidade de chuvas para Mata Sul e Agreste Meridional", diz a Apac.

A Apac tem três níveis de avisos: estado de observação (amarelo), estado de atenção (laranja) e estado de alerta (vermelho).

No nível amarelo, as chuvas podem ultrapassar os 30 mm. No nível laranja, a precipitação pode ser maior que 50 mm e no vermelho, próximo ou acima de 100 mm.

Confira:

  • Estado de Observação – Chuva prevista ou observada com intensidade moderada, com menor probabilidade de causar impactos.
  • Estado de Atenção – Previsão de condição significativa dos fenômenos meteorológicos com risco moderado a alto e com potencial severo.
  • Estado de Alerta - Previsão de condição extrema dos fenômenos meteorológicos com risco muito alto e intensidade excepcional.

Entre os transtornos já registrados no Grande Recife estão alagamentos e o deslizamento de barreiras, que deixaram mais de 30 mortos.

De acordo com a Apac, no Agreste há previsão de chuvas com intensidade moderada a forte e no Sertão há previsão de chuvas fraca.

Os maiores volumes de chuva acumulado nas últimas 24 horas foram registrados nos municípios de Itapissuma (317mm), Jaboatão dos Guararapes (230 mm), Recife (220 mm), São Lourenço (220 mm), Igarassu (200mm) e Abreu e Lima (197mm).

Rios

Devido ao acumulado de chuva nas últimas 24 horas, alguns pontos monitorados nos rios que compõem a Rede de Alerta de Rios do Estado de Pernambuco continuam em cota de alerta/inundação do nível do Rio. Foram emitidos avisos hidrológicos entre a noite da sexta-feira (27) e a tarde de sábado (28). Os rios que atingiram a cota de inundação foram: Rio Capibaribe Mirim (Timbaúba), Rio Capibaribe (São Lourenço), Rio Siriji (Vicência) e Rio Sirinhaém (Joaquim Nabuco).

Já atingiram a cota de alerta os rios Amaraji, em Sirinhaém, e o Rio Jaboatão, em Moreno.

Barragens

A Apac esclareceu que o Sistema de Contenção de Cheias do rio Capibaribe, composto pelas barragens de Jucazinho (município de Surubim), Carpina (município de Lagoa do Carro), Tapacurá (município de São Lourenço da Mata) e Goitá (município de Paudalho), está sendo monitorado pelas equipes técnicas responsáveis.

A APAC divulgou também o boletim de situação dos reservatórios monitorados, o qual apresenta os percentuais de volume relativos às barragens acima mencionadas: Carpina (8,08 %); Goitá (53,22%); Jucazinho (15,09 %) e Tapacurá (53,27%). Até o momento não há risco para abertura de comportas das barragens citadas.

Comentários

Últimas notícias