2021

Saiba como será a posse de João Campos como prefeito do Recife

Antes da cerimônia de posse, haverá a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal do Recife

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 30/12/2020 às 22:10
Notícia
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
João Campos - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

O prefeito eleito do Recife, João Campos (PSB), e a vice-prefeita eleita, Isabella de Roldão (PDT), tomam posse nesta sexta-feira (1º) para o mandato de 2021 a 2024 no plenário da Câmara Municipal do Recife, no bairro da Boa Vista, área central da capital pernambucana. Ás 15h, está marcada para começar a reunião solene de posse dos 39 vereadores eleitos do Recife, presidida pela vereadora mais votada na eleição de 2020, Dani Portela (PSOL), que obteve 14.114 votos. Depois, será realizada a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal para o biênio 2021-2022. A posse do prefeito e da vice ocorre em sequência, já sob a condução do presidente eleito da Casa. 

Neste dia 1º de janeiro, os prefeitos vitoriosos nas urnas na eleição de 2020 tomam posse em todo o País. Em Pernambuco, as atenções se voltam para a posse do prefeitos reeleitos dos principais municípios pernambucanos. A do Professor Lupércio (SD), de Olinda, será às 16h na Câmara Municipal. Já a de Anderson Ferreira (PL), de Jaboatão dos Guararapes, está marcada para as 16h, na Quadra do Colégio Divino Mestre, em Piedade. A de Raquel Lyra (PSDB), de Caruaru, ocorre às 16h no Centro de Convenções de Caruaru, no Senac. E a de Miguel Coelho (MDB), de Petrolina, vai ser às 18h na Concha Acústica ao lado da Igreja Catedral. 

Depois de polêmica acerca do porte da solenidade - inicialmente com um pregão de R$ 132 mil - a cerimônia segue no modelo presencial, mas com um público restrito para evitar aglomerações, e com a adoção dos protocolos sanitários de prevenção à covid-19. Cada vereador eleito poderá levar apenas um convidado ao local. Os parlamentares ficarão nas cadeiras do plenário e os convidados nas galerias. Além dos parlamentares, só poderão ter acesso ao plenário os funcionários envolvidos na cerimônia e profissionais da imprensa credenciados. O evento será transmitido ao vivo no site da Casa José Mariano e também ficará disponível posteriormente. 

A prática do parlamentar mais votado na eleição ser o presidente da sessão de posse dos vereadores está prevista no Regimento Interno da Casa. A segunda e o terceiro mais bem votados, Andreza Romero (PP,), com 13.249 votos, e o Pastor Júnior Tércio (Podemos), com 12.207 votos, ocuparão a 1ª e a 2ª secretarias, respectivamente. Os três parlamentares vão iniciar a solenidade. Eles irão receber os diplomas e as declarações de bens dos vereadores eleitos e conduzir o juramento. 

A Mesa Diretora da Câmara é composta pelos cargos de presidente, três vice-presidentes, três secretários e dois suplentes. A votação será nominal e aberta. 

Para a Presidência da Casa, deve haver bate-chapa entre o atual 1º secretário, Romerinho Jatobá (PSB) e o vereador oposicionista Ivan Moraes (PSOL). O atual presidente, Eduardo Marques (PSB), tinha se colocado como candidato à reeleição, mas segundo Romerinho, Eduardo abriu mão do pleito, o que não foi confirmado por ele.

Para o cargo de 1º secretário, tudo indica que o atual líder do governo, Eriberto Rafael (PP), vai assumir a vaga, pois é candidato único, já que Helio Guabiraba e Aderaldo Pinto desistiram de se candidatar. Já Samuel Salazar (MDB) deve assumir o lugar dele na liderança da bancada governista. Este é o cenário que se desenhava na quarta-feira (30).

Encerrada a eleição, o presidente convoca a cerimônia de posse do prefeito e da vice-prefeita do Recife. João Campos e Isabella de Roldão foram eleitos no segundo turno da eleição com 447.913 votos Com 27 anos, João é o prefeito eleito mais jovem da capital pernambucana. Isabella de Roldão era secretária de Habitação no governo de Geraldo Julio e tinha se colocado como pré-candidata a prefeita antes do PDT indicar o seu nome para compor a vaga de vice da Frente Popular.

Depois da posse, o prefeito e a vice seguem para a sede da Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo, bairro do Recife, para a transmissão dos cargos. O evento terá uma lotação ainda mais restrita. Estarão presencialmente apenas João Campos, o prefeito Geraldo Julio (PSB), o vice-prefeito Luciano Siqueira (PCdoB) e o governador Paulo Câmara (PSB). Haverá transmissão da solenidade através do Youtube da Prefeitura do Recife.

Secretariado

O socialista começou a anunciar os cargos do primeiro escalão no último domingo (30) e já tinha todos os nomes na quarta (30). A reforma administrativa municipal aprovada na Câmara nesta semana prevê 18 secretarias, uma a menos do que a estrutura atual. As pastas de Mobilidade e Planejamento Urbano serão fundidas para dar lugar a Secretaria de Política Urbana e Licenciamento. Dois dos atuais secretários municipais vão permanecer nos seus cargos. São eles Ana Rita Suassuna, secretária de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos e Murilo Cavalcanti, secretário de Segurança Urbana. A pasta comandada por ele terá o seu nome modificado para Secretaria de Segurança Cidadã.

Vão ocupar os demais cargos no primeiro escalão Glauce Medeiros (Secretaria da Mulher), Carlos Muniz (Secretaria de Governo e Participação Social), Rafael Dubeux (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Maria Eduarda Medicis (Secretaria de Habitação), Cacau de Paula (Secretaria de Turismo e Lazer), Rodrigo Coutinho (Secretaria de Esportes), Carlos Ribeiro (Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade), Erika Moura (Secretaria de Saneamento), Leonardo Bacelar (Secretaria de Política Urbana e Licenciamento), Adriana Rocha (Secretaria do Trabalho), Giovana Gomes Ferreira (Procuradoria Geral do Município), Maíra Fischer (Secretaria de Finanças), Gilberto Prazeres (chefia do gabinete de Imprensa), Felipe Martins Matos (Secretaria de Planejamento e Gestão), Marília Dantas (Secretaria de Infraestrutura), Ricardo Mello (Secretaria de Cultura), Fred Amâncio (Secretaria de Educação), Luciana Albuquerque (Secretaria de Saúde).

Comentários

Últimas notícias