SAÚDE

Câmara de Petrolina aprova projeto para compra de vacinas contra a covid-19; saiba quantas doses devem ser adquiridas

A matéria foi enviada na segunda-feira (8) para votação em caráter de urgência

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 10/03/2021 às 11:09
Notícia
HEUDES REGIS/SEI
Cidades de vários estados precisaram suspender aplicação da 2ª dose da CoronaVac - FOTO: HEUDES REGIS/SEI
Leitura:

A Câmara de Vereadores de Petrolina, no Sertão, aprovou, nessa terça-feira (9), o projeto de lei enviado pelo prefeito Miguel Coelho (MDB) para viabilizar a compra de doses da vacina contra a covid-19. A matéria foi enviada na segunda-feira (8) para votação em caráter de urgência após o município ter formalizado a intenção de integrar o consórcio público liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para aquisição direta do imunizante. Fora Petrolina, outras 85 cidades de Pernambuco assinaram a lista.

Dessa forma, após a compra dos imunizantes, as cidades não dependerão do repasse de doses feito pelo Ministério da Saúde. Além de vacinas, os gestores pretendem adquirir equipamentos, medicamentos e insumos para ajudar no enfrentamento à pandemia.

Segundo a prefeitura, a cidade sertaneja deve solicitar até 150 mil doses. As vacinas serão, a princípio, encaminhadas para o Programa Nacional de Imunizações para distribuição igualitária entre as cidades brasileiras. Caso o Governo Federal não manifeste interesse, Petrolina poderá comprar diretamente as doses para aplicação entre os moradores do município sertanejo.

A Frente Nacional está em fase de negociação com vários laboratórios. De acordo com o prefeito Miguel Coelho, que é vice-presidente da FNP, a aquisição pelo consórcio busca reforçar e agilizar a vacinação nos próximos meses.

"É um esforço conjunto para garantir mais vacinas. Tudo será feito em acordo com o Programa Nacional de Imunizações, portanto, não haverá prejuízo a ninguém. O importante é que todos os municípios estão se unindo para esse esforço coletivo. Quanto mais vacina, mais união e mais agilidade, mais rápido nosso País irá superar a pandemia", defende Miguel.

Petrolina enfrenta, atualmente, um difícil momento da pandemia; assim como todo o Estado. Nessa terça-feira (9), estava com 93,2% de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mesmo após abertura de mais dez leitos, e, no mesmo dia, confirmou cinco mortes pela doença, maior número de confirmações em um único dia desde a chegada dos primeiros casos de coronavírus à cidade.

O município de mais de 350 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), recebeu 22 mil doses do imunizante. Desse total, 17,4 mil já foram aplicadas. A cidade tem expectativa de receber novas doses nesta quarta-feira (10) e pretende dar início nesta sexta (12) à etapa de vacinação de idosos entre 75 e 79 anos.

Confira a lista de Pernambuco

Made with Flourish

Confira a lista completa do Brasil

Recife

A capital pernambucana também já aprovou o Projeto de Lei do Executivo 05/2021, que autoriza a entrada do município no consórcio, nessa terça-feira (9). O texto também foi aprovado por unanimidade na comissão de Constituição e Justiça (CLJ) da Casa, e agora passará pelas comissões de Finanças e Saúde.

Comentários

Últimas notícias