CONHEÇA

Quem é MC Poze, funkeiro polêmico que acumula R$ 240 mil por mês

Funkeiro de 20 anos fez sucesso com a música "Voando Alto" e é um dos grandes nomes do funk

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 28/08/2021 às 9:00 | Atualizado em 29/10/2021 às 11:08
Reprodução/Instagram
O cantor MC Poze do Rodo - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Marlon Brendo Coutto Silva. Esse é o nome de batismo do funkeiro mais conhecido como MC Poze, que vem feito sucesso no mundo da música, mas também atraído algumas polêmicas por conta da sua vida pessoal. Nos últimos dias, o cantor recebeu críticas negativas por conta do seu relacionamento com Vivianne Noronha, de 17 anos, com quem espera o terceiro filho.

Sucesso nas redes sociais, MC Poze ultrapassa os 5 milhões de seguidores no Instagram, com o meme "mó paz" entre um dos seus bordões. Porém, tanto as controvérsias quanto o sucesso de MC Poze não vieram de agora.

Vida pessoal

Nascido na comunidade do Rodo, no Rio de Janeiro, Marlon Brendo agora vive em um condomínio de luxo no bairro do Recreio e não esconde a ostentação. A mansão de dois andares com piscina é onde abriga as festas do funkeiro, assim como a companheira e os dois filhos: uma menina de 2 anos e um menino de 8 meses.

MC Poze e Vivianne Noronha estão juntos desde 2019, e a jovem hoje vive com a renda de seus trabalhos na internet - já que acumula mais de 1,7 milhão de seguidores.

A gravidez, inclusive, foi mal vista pelos internautas e causou alguns problemas de saúde em Vivianne. Por conta dos comentários negativos por ela ser mãe muito cedo, ela acabou passando mal e sendo hospitalizada. Felizmente, ela e a "princesa", como o próprio Poze chama, estão bem.

Carreira

Hoje com 20 anos, o cantor é um dos grandes nomes da música funk, e aproveita sua boa fase no mercado. Para se ter noção, o cachê para uma única apresentação é de R$ 20 mil, com um faturamento de R$ 240 mil mensais por conta dos shows.

Apresentações essas que não deixaram de acontecer por conta da pandemia de Covid-19. Em março, vídeos de um show de Poze no Rio de Janeiro viralizaram na web, o que o tornou alvo da Polícia Civil. O órgão também investigou a suposta presença de traficantes no evento.

Já em julho do ano passado, MC Poze foi denunciado pelo Ministério Público por supostamente estar ligado a uma facção criminosa do Rio de Janeiro, o Comando Vermelho.

Seu primeiro sucesso estourou por causa dos jogadores do Flamengo, que entoaram a canção nas redes sociais e comemoração de gols. "Tô voando alto" fala justamente sobre a vida de ostentação de Poze, com cordões de ouro, anéis e carros de luxo.

Outros hits vieram desde então, sendo o mais recente a canção "Vida Louca", que viralizou também por conta da plataforma TikTok nas redes sociais.

Polêmicas

A figura de MC Poze pode ser considerada controversa entre os internautas. Isso porque, ao mesmo tempo que acumula milhões de fãs e vira meme por conta das suas expressões e vídeos, o cantor é duramente criticado pelos seus posicionamentos.

Mais de uma vez, Marlon foi acusado de homofobia pelas suas falas durante entrevistas. Uma delas, para o canal de MC Marcely, em 2019, ele fez falas problemáticas sobre a comunidade LGBTIQA+.

"Me desculpe, mas não tem como aceitar", disse Poze, ao ser questionado se preferira ter um filho gay ou uma filha lésbica. "Não combina. Não vou falar que odeio [gays] para não pegar pesado, por está filmado, mas [preferiria] lésbica".

Outro caso aconteceu este ano, com um rapaz relatando no Twitter que foi destratado pelo funkeiro durante uma festa na piscina. O episódio teria acontecido após um baile funk no Rio de Janeiro. Poze, por sua vez, se pronunciou pelos Stories do Instagram. "Vocês da internet tudo quer que responda isso, responda aquilo. Manda prova aí o que falaram, toda hora sai um bagulho meu", disparou.

O cantor se negou a se pronunciar pois disse ser 'anti-fofoca'. "Tudo que sai na internet, não sai com prova. Vabagundo vem com texto, vagabundo acredita porque tá com o maior textão".

 

Comentários

Últimas notícias