Marcelo Falcão se manifesta após pedido de prisão: "Vou provar quem está errado"

Em turnê nos EUA, o cantor rebate situação e diz que "tá cheio de fofoquinha e mimimi em seu nome"

Mirella Martins
Mirella Martins
Publicado em 13/11/2021 às 6:22 | Atualizado em 13/11/2021 às 6:24
Reprodução/ Instagram
Agatha Cristal Silveira, filha de Marcelo Falcão - FOTO: Reprodução/ Instagram
Leitura:

Marcelo Falcão, ex-Rappa, se manifestou na noite de hoje após ter sido decretada sua prisão domiciliar falta de pensão alimentícia. Ele é acusado de dever R$ 70 mil à filha Agatha Christal Silveira, reconhecida aos 17 anos, através de um teste de DNA. A garota, hoje com 20 anos, morava no Vidigal e a mãe não havia contado, na época, quem seu pai era outro.

Para o cantor, a filha quer destruir a carreira dele. "Cheio de fofoquinha e mimimi no meu nome. Eu nunca deixei de cumprir nada perante a Justiça. Agora, descobrir [que tem uma filha] com 20 anos de idade, criada por outra pessoa, com nome de outra pessoa, não tive oportunidade de estar junto... E aí aparece porque é o tal do vocalista da banda lá, e vem com dois pés no peito querendo destruir minha carreira. Sou um cara honesto e ninguém vai conseguir fazer isso. Estou aqui para falar por respeito aos meus fãs. Sou cumpridor da Justiça e vou provar quem está errado", disse o cantor, no Instagram.

Segundo o TJ-RJ, o artista  - que fez poucas lives caseiras na pandemia, mas agora encontra-se em turnê nos EUA -  ficará 60 dias em prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica e só poderá sair de casa para atendimentos médicos. 

O cantor alega que não tem condições de pagar a dívida, citando ainda que o valor estipulado apresenta "flagrante excesso do quanto estabelecido". Ele ainda trouxe uma nova informação: que sua "carreira de músico teve um declínio no cenário mundial após o desfazimento da banda que pertencia, contraindo dívidas para alavancar sua carreira solo". 

Comentários

Últimas notícias