Polêmica

Snowdrop: estrelado por Jisoo do Blackpink, drama pode ser cancelado por pressão popular; entenda

Muitos sul-coreanos afirmam que a novela distorce a história dos movimentos estudantis

Agnes Vitoriano
Agnes Vitoriano
Publicado em 22/12/2021 às 14:56
Divulgação/JTBC
Poster promocional de 'Snowdrop' - FOTO: Divulgação/JTBC
Leitura:

A primeira protagonista de Jisoo, integrante do mundialmente famoso Blackpink, passa por maus bocados. O drama 'Snowdrop', que estreou no último sábado, 18, no Disney+ coreano, corre risco de ser cancelado antes mesmo de seu final.

Uma petição pedindo o fim da novela chegou a atingir mais de 300 mil assinaturas na última terça, o que ultrapassa o mínimo de 200 mil requerido pela Casa Azul — escritório presidencial da Coreia do Sul — para que o governo reveja a exibição de produções culturais no país.

 

Perda de patrocinadores

Após a estreia da novela na televisão local, a JTBC, muitas empresas retiraram o patrocínio ao verem a repercussão negativa que a produção teve. Corporações como Ssarijai, Heungil Furniture, GANISONG, Dopyoungyo, entre outras fizeram pedidos formais para que seus produtos não aparecessem mais na novela. 

A Ssarijai, empresa que produz bolos de arroz, fez uma nota pública em que pedia a remoção urgente de sua logomarca da novela e ainda pediu desculpas porque, segundo a empresa, não sabiam do conteúdo que o drama abordava.

Por que 'Snowdrop' é polêmico?

Isso porque muitos coreanos afirmam que a trama da novela distorce a história, que se passa em 1987, no período de transição para a democracia em que o país enfretava uma ditadura militar sangrenta.

Logo no primeiro episódio, é possível ver Eun Young-Ro, interpretada por Jisoo, resgatando o seu par romântico Im Soo-ho, vivido por Jung Hae-in, ao confundi-lo com um manifestante pró-democracia. Na verdade, trata-se de uma espião norte-coreano.

A abordagem utilizada pelo drama é considerada polêmica porque durante a ditadura no país, muitos estudantes eram falsamente acusados de serem espiões norte-coreanos e então eram presos pela agência de segurança coreana. Lá, eram torturados e até mortos.

Antes mesmo das gravações, o drama já causava polêmica

Quando um breve roteiro de 'Snowdrop' vazou, internautas se revoltaram com o conteúdo político por, segundo eles, distorcer a luta pela democracia nos anos 1980.

O nome do personagem de Jisoo, Young Choo, se assemelha muito ao da enfermeira Cheon Yeong Cho, que foi uma estudante universitária símbolo no movimento pelo retorno da democracia no país nos anos 1970. Na trama, a personagem também é uma estudante do mesmo curso.

Ela se casou com Jung Mungyeong, outro estudante universitário da Universidade Nacional de Seul que foi torturado sob acusação de ser um espião norte-coreano, o que se aproxima muito do enredo por trás de Im Soo-ho, par romântico da protagonista. Na trama, ele também é um espião norte-coreano de origem alemã.

Depois das polêmicas, a produção da novela trocou o nome da protagonista para Eun Young-Ro, dublando todas as vezes em que seu nome fosse pronunciado. Mas a polêmica ainda se desenrola.

Confira o trailer de 'Snowdrop':
 

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias