TRISTE

Marco Pigossi relembra boato de romance com Rodrigo Simas: 'tive uma crise de pânico'

O ator, que assumiu recentemente um namoro com o cineasta Marco Calvani, falou sobre as fake news que rondaram a sua sexualidade

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 07/01/2022 às 16:45
Marco Pigossi (Foto: Reprodução/Twitter)a
Marco Pigossi (Foto: Reprodução/Twitter)a
Leitura:

Marco Pigossi teve maior projeção da Globo após o seu personagem Cássio em "Caras e Bocas". O ator vivia um homem gay afeminado no sucesso das 19h, mas apesar disso, vivia acuado sobre a sua orientação sexual. Pela primeira vez, ele falou abertamente sobre o assunto.

Atualmente morando em Los Angeles e namorando o diretor Marco Calvani, ele falou sobre como se sentia durante a trama. "Na minha cabeça, não havia nenhuma margem de chance para eu me assumir. Se fizesse isso, todas as portas se fechariam para mim de forma automática (…) Essa possibilidade me aterrorizava", disse em entrevista a João Batista Jr, na Piauí.

Ele relembrou ainda sobre como os homens gays não eram bem tratados no entretenimento, e desabafou sobre não ter se aceitado no começo: "Eu não tinha referência alguma no meu convívio e, quando assistia à televisão, nada servia como alento. Nas novelas ou nos programas de humor, quase sempre os gays eram retratados de forma caricata, pejorativa. Então, me sentindo solitário e sem amparo, me restava torcer para que fosse apenas uma fase".

Em 2012, uma fake news afirmava que ele e Rodrigo Simas estavam tendo um affair nos bastidores de "Fina Estampa". Na época, ele protagonizava a trama e fazia par com Sophie Charlotte. "Era mentira absoluta. A matéria não dava os nossos nomes, mas deixava claro de quem se tratava. Chegava a dizer que nós nos ‘pegávamos’ nos bastidores das gravações. Era tudo invenção, mas as pessoas acreditam no que querem acreditar (…)", disse Marco

Ele revelou que teve uma crise de pânico gravíssima e precisou da ajuda do agora ex-namorado que morou oito anos juntos: "Então, tive uma crise de pânico, comecei a tremer e suar. Fui para o banheiro do aeroporto, me tranquei em uma cabine e comecei a vomitar. Liguei para meu parceiro, chorando. Eu dizia para mim mesmo que minha carreira tinha acabado. Não conseguia sair dali. Meu companheiro teve que pegar um voo de São Paulo ao Rio para me buscar".

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias