CRIME

JOHNNY DEPP é acusado de drogar ex-namorada em primeira noite de sexo; entenda

Dois meses após o polêmico julgamento, Johnny Depp recebe nova acusação.

Pedro Lima
Pedro Lima
Publicado em 04/08/2022 às 23:40
Jim WATSON / AFP / POOL
Johnny Depp acusa ex-esposa, Amber Heard, de difamação - FOTO: Jim WATSON / AFP / POOL
Leitura:

Após dois meses do polêmico julgamento de Johnny Depp e Amber Heard, documentos do caso estão sendo divulgados.

Um deles é o da atriz Ellen Barkin, ex namorada do ator, que disse em vídeo sobre Depp ter lhe dado droga antes do sexo.

O que disse Ellen Barkin?

A atriz namorou com o astro de Piratas do Caribe por alguns meses em 1994. Os dois gravaram o filme "Medo e Delíro", em 1998.

Ela revelou que durante o período que estiveram juntos, Johnny vivia alcoolizado. "Ele estava bêbado o tempo todo, na maioria das vezes. Ele é escandaloso, verbalmente abusivo e essas coisas que você pode ver", comentou Barkin.

A atriz, que ficou conhecida nos filmes "Se as Mulheres Tivessem Asas", de 1997; "Alguém com Você", de 2021, disse que na primeira vez que foi ter relação sexual com Depp, ele ofereceu metaqualona, um sedativo de capacidade hipnótica.

Ela ainda o descreveu como "um homem ciumento, controlador e que sempre questionava com perguntas do tipo "onde vai?", "com quem vai?" e "o que fez ontem à noite?"

Uma vez, ele ficou muito irritado porque eu tinha um arranhão nas costas e insistiu em que era porque tive relações sexuais com outra pessoa que não era ele", revelou a atriz.

Johnny Depp x Amber Heard

Ao longo de mais de 40 dias, houve de uma disputa judicial entre Johnny Depp e Amber Heard. O astro acusa a ex-esposa de difamação, enquanto a atriz afirma que foi vítima de violência doméstica.

Para o tribunal, Depp pediu US$ 50 milhões de indenização. Heard, contudo, foi condenada a pagar US$ 10 milhões em danos compensatórios e US$ 5 em danos punitivos.

A advogada de Amber Heard, entretanto, havia adiantado que a atriz não tem condições para pagar o valor estipulado. Com a fortuna exponencialmente menor que a de Johnny Depp, a atriz apelou à Justiça e o valor foi reduzido para US$350 mil.

Comentários

Últimas notícias