10
ago

O latin lover Antonio Banderas completa 57 anos

10 / ago
Publicado por Ernesto Barros às 20:06

O ator espanhol Antonio Banderas completa 57 anos nesta quinta-feira (10/8). Em Málaga, onde nasceu,  sonhava em ser jogador de futebol, mas quebrou um pé aos 14 anos e abandonou a paixão primeira. Na mesma época, viu um montagem de Hair com os pais e decidiu ser ator. Aos 20 anos, já fazia teatro e foi descoberto por Pedro Almodóvar, com quem fez uma série de filmes que cruzaram o mundo, como Labirinto de Paixões, Matador, A Lei do Desejo, Mulheres à-beira de um Ataque de Nervos e Ata-me).

O resto é história. No começo dos 1990, foi direto para Hollywood e se transformou no latin lover mais quente dos últimos anos. Fez comédia, dramas, filmes de aventura e ação, o que aparecesse pela frente, em filmes tão diferentes como Os Reis do Mambo, Entrevista com o Vampiro, Casos e Casamentos, Assassinos, Quero Dizer que te Amor, Evita, Vem Dançar, O Amante, Você Vai Conhecer o Amante dos Seus Sonhos, Os Mercenários e dezenas de outros.

A beleza também ajudou. Desde o início da carreira, com Almódovar, Banderas já mostrava que era um sex symbol para homens e mulheres. Com o cineasta espanhol, interpretou gays e heterossexuais indistintamente. Trabalhador incansável, já fez mais de 100 filmes e de vez em quando se arrisca na direção.

Também foi feliz em personagens históricos  (Che Guevara, Pancho Villa) e até em animações. Antonio Banderas divide-se entre os Estados Unidos e Espanha, filmando em todos os cantos do planeta.

Abaixo, acompanhe o top 10 da carreira dele na Espanha e em Hollywood.

 

1 – A Lei do Desejo (La Ley del Deseo, 1987), de Pedro Almódovar

No papel de um rapaz gay que se apaixona por um cineasta, Banderas ganhou evidência mundial.

2 – Ata-me (Áta-me, 1989), de Pedro Almodóvar

No amor, vale inclusive forçar o amor. É o que pensa o jovem saído do manicômio Ricky, que rapta a atriz Victoria Abril para que ela o conheça e se apaixone por ele.

3 – Os Reis do Mambo (The Mambo Kings, 1992), de Arne Glimcher

Primeira grande produção americana de Banderas, ao lado de Armand Assante, em que fazem dois irmãos cubanos músicos que tentam a sorte nos Estados Unidos.

4 – Filadélfia (Philadelfia, 1993), de Jonathan Demme

No premiado Filadélfia, Banderas tem um pequeno papel como o namorado do personagem de Tom Hanks, um advogado com AIDS que é despedido da firma onde trabalhava por causa de sua condição de saúde.

5 – Quero Dizer que te Amo (Two Much, 1996), de Fernando Trueba

A comédia romântica, hoje bastante esquecida, só é lembrada por causa do encontro com a atriz Melanie Griffith, com quem esteve casado por quase 20 anos. Mas Banderas está bonitão com o típico rabo de cavalo latino.

6 – Evita (1997), de Alan Parker

Na versão do famoso musical da Broadway, Banderas interpreta o revolucionário argentino Ernesto Guevara. No filme, ele canta em dueto com Madonna.

7 – A Máscara de Zorro (The Mask of Zorro, 1998), de Martin Campbell

Não tinha ninguém melhor em Hollywood do que Banderas, aqui ao lado de Catherine Zeta-Jones, para viver o mascarado Zorro.

8 – Femme Fatale (2002), de Brian De Palma

Na pele de um fotógrafo, Banderas sofre nas mãos de uma femme fatale e do próprio diretor Brian De Palma.

9 – E Estrelando Pancho Villa (And Starring Pancho Villa as Himself, 2003), de Bruce Beresford

Em outro papel histórico, Banderas vive Pancho Villa, numa tentativa de Hollywood em contar a história do revolucionário mexicano.

10 – Gato de Botas (Puss in Boots, 2011), de Chris Miller

Dono de uma voz sedutora, Banderas não tinha par na escolha da voz para o esperto gato fora da lei.

 


Veja também