11
out

Construtoras enxergam novas oportunidade no luxo imobiiário

11 / out
Publicado por Fernando Castilho às 20:00

A Haut Incorporadora Design é uma das construtoras que apostam fortemente no mercado de luxo. A empresa se associou a uma das melhores e mais vanguardistas operações da hotelaria lifestyle no mundo, a colombiana Click Clack, que dará o mesmo nome ao hotel a ser lançado, em breve, no Recife.

Será a primeira operação no Brasil com previsão de início das obras para o primeiro semestre de 2018. E como detentor exclusivo da marca no país, o empresário Thiago Monteiro, pretende lançar de imediato, um outro hotel da rede em São Paulo.

Com o intuito de aplicar um dos pilares que estruturam o propósito da construtora, chamado de “gentileza urbana”, os muros laterais e de fundo da filial Recife, será formada por um paredão verde com 9 metros de altura composto por “greenwall”, que se estenderá ao longo de todo o terreno do hotel, abrindo-o para a cidade.

“Para viabilizar um projeto que garantisse uma forte relação do edifício com a cidade, optamos por liberar todo o térreo para o espaço público, deslocando o embarque / desembarque de veículos e a recepção para o subsolo, protegidos do ruído, da poeira e da insolação”, explica o sócio fundador da HAUT Thiago Monteiro.

O prédio terá 18 pavimentos, com 90 apartamentos e operações de padrão internacional no restaurante de rua e no rooftop. O investimento será de R$ 21,6 milhões.

Com outro pré-lançamento na Zona Norte do Recife, Thiago Monteiro aponta os diferenciais do projeto, totalmente voltado para o mercado de luxo.

“O empreendimento fica em Casa Forte e terá o diferencial onde todas as unidades terão a ambiência e o status de “coberturas”: todos os apartamentos são dúplex (ou triplex) com pé direito duplo na sala de 5,80m e piscinas aquecidas e individuais nas varandas, com jardins exclusivos assinados pelo Studio Burle Marx, escritório de paisagismo que leva o nome do edifício – LOFT | Burle Marx.

Além disso, o cliente poderá montar sua própria residência”, frisa. Com apartamentos que variam entre 220 m2 e 647 m2, cada planta será feita de acordo com a necessidade do cliente.

“O interessado vai passar para a equipe de projetos da HAUT como ele quer seu layout. Por exemplo, um comprador adquiriu um dúplex de 300 metros quadrados e pode optar por colocar de duas a cinco suítes, ou uma cozinha gourmets integrada a área da piscina”, esclarece Thiago.

Essa modalidade destaca a exclusividade da empresa que também acontece na melhoria do espaço público. Ele enquadrou o projeto também no conceito de “gentileza urbana”, uma vez que a área frontal do terreno será transformada em um grande jardim, integrado com a calçada.

“Preservamos 70% do solo livre, integrado com a rua, reforçando o conceito de uma paisagem urbana mais impactante. Temos o intuito de estimular o mercado a fazer isso. Em 10 anos teremos um recife bem melhor”, conclui.

O prédio se chamará LOFT | Burle Max. Serão apenas 9 apartamentos, sendo os oito primeiros andares formados por unidades dúplex, enquanto a cobertura será um tríplex. “O terreno é inserido em um polígono de tombamento de Burle Marx, próximo à Praça de Casa Forte, e a ideia foi homenagear o trabalho dele”, explica o empresário que também é arquiteto.

 

 


Veja também