Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Leão

"Precisamos de um presidente que ajude a gente", desabafa André após empate do Sport contra o Atlético-GO

Os bastidores do clube rubro-negro estão "pegando fogo" desde as renúncias do presidente Milton Bivar e o vice Carlos Frederico

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 07/07/2021 às 21:37
ANDERSON STEVENS/SPORT
André é um dos principais jogadores do Sport - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Depois do atrito entre jogadores e direção sobre salários atrasados, nessa terça-feira, o atacante André desabafou após o empate do Sport com o Atlético-GO, nesta quarta, pelo Brasileirão. Ele revelou que o salário de abril não foi pago de forma integral, como declarado pelo presidente interino Pedro Lacerda, em entrevista à Rádio Jornal. O centroavante ainda frisou que os jogadores entendem o momento de dificuldade financeira que vive o Leão. No entanto, destacou que o elenco deseja uma união de todos que fazem o futebol do time rubro-negro e a chegada de um novo presidente para tentar reerguer o clube leonino na temporada.

LEIA MAIS

Três chapas são inscritas para a eleição suplementar do Sport

Postura da direção do Sport gera insatisfação nos jogadores: "Querem arrotar antes de comer"

Presidente interino do Sport condena protesto dos jogadores sobre salários atrasados: "Atitude canalha, irresponsável e antiprofissional"

Jogadores do Sport respondem post de rede social dizendo que salário de abril não foi pago: #Mentira

Presidente interino do Sport diz que folha de abril foi paga e afirma que clube não ficou sem comando

O Olê Olê Olá no Twitter retrata o abismo moral em que se transformou a política do Sport

"É uma situação chata. Estamos aqui para falar de futebol. É mais chato ainda porque jogador de futebol quando se posiciona é afastado ou criticado. E a gente nunca cobrou publicamente os salários atrasados. Estamos aqui para ajudar o Sport. Essa semana aconteceu uma situação que é muito chata. Não estamos cobrando salários. A gente está falando a verdade. Realmente não recebemos o salário. Só recebemos uma parte de abril. E tentaram falar que foi pago e jogar essa responsabilidade para a gente", afirmou André.

"Só que a gente chega uma hora que cansa de ouvir inverdades. A torcida precisa saber a verdade também. Porque vem e critica a gente. Sabemos da situação do Sport, estamos comprometidos e unidos. Não estamos para remar para um lado e diretoria para o outro. Queremos remar juntos, jogadores, direção e torcida. A gente viu que a torcida demonstrou todo o apoio. A gente precisa disso. Precisamos de um novo presidente que venha para ajudar. Não tem nenhum problema, está tudo esclarecido", completou, em entrevista ao canal Sportv.

ENTENDA A HISTÓRIA

O estopim da crise entre diretoria e jogadores aconteceu nessa terça-feira. Em entrevista à Rádio Jornal, durante a manhã, o presidente interino Pedro Lacerda contou que foi paga a folha salarial do mês de abril para os funcionários e jogadores. Porém, em postagem de uma página da torcida do Sport nas redes sociais que divulgou a informação, os atletas realizaram um protestaram e comentaram com a hastag #mentira. 

Novamente, ao Escrete de Ouro, à noite, Pedro Lacerda condenou a postura dos atletas e classificou como uma "atitude canalha, irresponsável e antiprofissional". O que deixou o ambiente na equipe ainda mais conturbado. Os jogadores não gostaram nenhum pouco da postura da direção, como noticiado em apuração do Blog do Torcedor

>> Torcida do Sport faz apelo para chapa retirar candidatura; entenda

>> Eleições do Sport têm duas chapas confirmadas e uma com documentações pendentes; entenda

>> Conflito degradante no Sport: canalhas versus mentirosos

"Querem arrotar antes de comer", ouviu a reportagem de uma fonte, que não tem ligação com os dirigentes rubro-negros. Ou seja, a entrevista foi dada sem nenhuma pagamento ter sido realizado. Além disso, outro ponto que incomodou o elenco foi o fato da declaração ser concedida ainda com os salários de maio e junho em aberto.

"Nada justifica, qualquer mágoa ou qualquer tipo de situação que eles tenham com quem quer que seja, uma atitude irresponsável, canalha e antiprofissional para com o clube, para com a diretoria e para comigo, que sou um homem de bem. Eu não sou mentiroso. Se tem mentira, não é da minha parte", disse o dirigente, nessa terça-feira.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias