Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

SEM TORCIDA

Presidente da FPF revela frustração pelo não anúncio do protocolo para volta das torcidas

Evandro Carvalho diz que clubes já estão trabalhando a ideia de jogar em João Pessoa e que teria tecnologia para liberação dos torcedores

Marcelo Cavalcante
Marcelo Cavalcante
Publicado em 16/09/2021 às 19:59
Notícia
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Evandro Carvalho enfatizou que decisão do Salgueiro em nada afeta a Federação Pernambucana de Futebol. - FOTO: Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro de Carvalho, anda desapontado com o Governo do Estado. Um dia depois de lamentar a falta de incentivo financeiro estadual desde o fim do programa Todos com a Nota, o mandatário disse, em entrevista ao Blog do Torcedor, que está frustrado pelo de o Governo ainda não anunciar o protocolo de segurança para a volta dos torcedores para os estádios em dia de jogos. Havia uma expectativa para que o anúncio acontecesse na tarde desta quinta-feira, mas não foi o que aconteceu. 

"Foi uma frustração muito grande. Porque essa situação é muito ruim para os clubes, que já estão manifestando interesse me jogar fora do Estado e o caminho seria João Pessoa, que fica perto. O Náutico já deixou público esse sentimento. Porque é um custo alto para o jogo e o clube não recebe um centavo". disse Evandro.  

O presidente da FPF relata que a situação só não está pior por a entidade conseguiu patrocínio para apoiar os clubes que estão disputando competições nacionais.  "É porque eu tenho um prestígio muito grande junto à CBF e consigo arrecadar patrocínio que nenhum estado consegue", diz Evandro, revelando dois exemplos de apoio aos clubes pernambucanos. "O Central não pagou nada para disputar a Série D, enquanto o Santa Cruz até concentração paguei", completou. 

 

Evandro diz que além de Pernambuco, Ceará, Bahia e São Paulo não liberaram a presença dos torcedores nos jogos. Para Evandro,  tudo é briga política. "Em São Paulo, o governador João Dória acha que a CBF tem relação com o presidente Jair Bolsonaro. Então, fica uma confusão que prejudica todo mundo", critica. 

Outro ponto lamentado pelo presidente da FPF é o fato de a entidade ter implementado um sistema de alta tecnologia que poderia facilitar o acesso dos torcedores sem correr riscos de contaminação. "Fomos o primeiro estado do Brasil a testar um serviço online, vindo da Europa, que faz toda certificação do estado de saúde do torcedor. Infelizmente, essa tecnologia está sendo usada em outras praças, mas aqui não". 

Comentários

Últimas notícias