olímpicos

Após seis anos de reformas, entrega do Geraldão é prioridade para 2020

De acordo com a secretária-executiva de esportes da prefeitura, Yane Marques, o Geraldão ficará pronto em 2020. A preocupação agora é deixar o equipamento perfeito

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 09/12/2019 às 7:45
Notícia
Felipe Jordão/JC Imagem
De acordo com a secretária-executiva de esportes da prefeitura, Yane Marques, o Geraldão ficará pronto em 2020. A preocupação agora é deixar o equipamento perfeito - FOTO: Felipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

Após seis anos de espera, o Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães, o Geraldão, finalmente está perto de ficar pronto. É o que garante a secretária-executiva de Esportes da Prefeitura, Yane Marques. De acordo com a dirigente, o equipamento deve ser entregue à população no próximo ano – ainda sem mês definido. A novidade na reestruturação das obras recai sobre o novo Laboratório de Ciência Aplicada ao Esporte, que terá um trabalho desenvolvido em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

LABORATÓRIO DE CIÊNCIA

Yane explicou a ideia do projeto. “Será realizado nos moldes do que acontece no Maria Lenk (no Rio de Janeiro). Terá capacidade de analisar os atletas individualmente, de fazer o planejamento e periodização de treino; capacitar treinadores para interpretar os resultados e reproduzir com os atletas. A gente entra com tudo e a UFRPE entra com o corpo técnico”, argumentou Yane, que admitiu o atraso das obras. Os equipamentos do laboratório custam caro, mas a prefeitura já iniciou o processo de aquisição. “Nenhum equipamento praticamente é vendido no Brasil. É tudo muito específico. Já fizemos várias visitas e eu não tenho dúvida que vai ser incrível”, observou a gestora.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias