Gringos

Sport: Guto Ferreira destaca qualidade e condicionamento de Mugni

Com o uruguaio Barcia, o técnico Guto Ferreira pregou cautela na evolução dele vestindo a camisa do Sport

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 11/01/2020 às 7:49
Notícia
Foto: Anderson Stevens/Sport
Com o uruguaio Barcia, o técnico Guto Ferreira pregou cautela na evolução dele vestindo a camisa do Sport - Foto: Anderson Stevens/Sport
Leitura:

O meia argentino Lucas Mugni é a principal aposta do técnico Guto Ferreira e o Sport para o início desta temporada. Ainda mais que, segundo o treinador rubro-negro, o jogador não perdeu o condicionamento após o pequeno período de férias. Depois que se despediu do Oriente Petroleiro, da Bolívia, ele descansou apenas duas semanas e já se apresentou ao Sport no último dia 2. O comandante leonino explicou que o atleta tem o desejo enorme de apagar a imagem deixada na primeira passagem pelo futebol brasileiro, em 2014, 39 jogos, cinco gols, e início do ano de 2015, somando mais sete partidas.

“Mugni se apresentou em uma condição muito boa, pois teve 15 dias de férias apenas. Chegou com ritmo da Bolívia. Embora não seja tão rápido é um jogador de muita mobilidade. O discurso dele antes de acertar com o Sport me convenceu. Está com uma vontade muito grande de reverter a imagem negativa deixada na passagem pelo Flamengo. Ele me falou que tinha apenas 22 anos e agora é outra pessoa. Busca ser um vencedor e deixa uma nova imagem”, afirmou o treinador rubro-negro.

O técnico do Sport ainda ressaltou a confiança no desempenho do meia argentino com a camisa do Leão. “Se ele (Lucas Mugni) não mudar, se isso não acontecer, vai ser um jogador importante no ano. Se conseguir manter o nível nas semanas de trabalho, com certeza cairá no gosto da torcida”, comentou. Além do Oriente Petroleiro, Lucas Mugni passou por outras quatro equipes após a saída do clube carioca. Foram eles: Newell´s Old Boys, da Argentina, Rayo Majadahonda, da Espanha, Everton, do Chile, e Lanús, também do país do ícone Maradona.

BARCÍA

Por outro lado, o segundo gringo que o Sport depositou as fichas para o início desta temporada não chegou no mesmo nível físico de Mugni. Ex-jogador do Goiás, o atacante uruguaio Leandro Barcia chegou com uma baixa performance física. De acordo com o técnico Guto Ferreira, ele terá que entrar de forma gradativa nas partidas de 2020. O que surpreendeu o comandante rubro-negro, pois o ponta esquerda participou de 35 dos 38 jogos do último clube na Série A do Campeonato Brasileiro do ano passado.

“Já Barcia começou em uma situação oposta. Não sei porquê, chegou com o nível de força bastante baixo. É um cara profissional, trabalha muito e o projeto para ele é partir de uma situação de menor intensidade, menor risco e aumentar gradativamente. É um caso que precisa evoluir e acontecer aos poucos. Um atleta decisivo, assim como Mugni, tem experiência na Libertadores e já passou por grandes clubes. Com certeza a camisa do Sport não vai pesar”, ratificou Guto.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias