COMEMORAÇÃO

No Centro do Recife, apoiadores comemoram a soltura do ex-presidente Lula

Manifestantes celebraram com fogos, gritos de ''Lula Livre'' e músicas de campanhas antigas do PT

Thalis Araújo
Thalis Araújo
Publicado em 08/11/2019 às 21:29
Notícia
Foto: Henry Milleo/ AFP
FOTO: Foto: Henry Milleo/ AFP
Leitura:

Bastou Lula ser solto, nesta sexta-feira (08), para que fogos, gritos de “Lula Livre” e músicas de campanhas antigas do PT fossem ouvidos nas proximidades do Armazém do Campo, no Centro do Recife. Apoiadores do ex-presidente, muitos vestidos de vermelho, comemoraram com empolgação a soltura, na chamada “Festa Lula Livre”, um dia após a votação no STF que vetou a prisão em segunda instância.

A cabeleireira Débora Souza, de 57 anos, afirmou que Lula foi um presidente que fez muita coisa pelo Brasil e foi preso por um “golpe” que chegou à eleição do presidente Jair Bolsonaro. “A gente teve uma vitória, a Constituição foi cumprida. A nossa luta diária teve efeito. Temos que continuar para provar a inocência dele”, afirmou.

Alguns apoiadores sentiram uma sensação de alívio quando viram Lula sair da prisão, em Curitiba, como foi o caso da empresária Priscila Gomes, de 29 anos. “Senti um alívio e medo também do que pode vir depois, mas vamos aproveitar o momento. É uma luta não só por uma pessoa, mas por uma ideia, uma injustiça”, explicou.

Falando sobre a sua relação com o PT, a socióloga Lílian Machado, de 41 anos, disse que o partido se posiciona de forma “humana”. “Quando eu tinha 16 anos, já pensava nas transformações sociais.” Ela vê a soltura de Lula como um ato de dignidade, mas fala também sobre sua indignação. “Quando você vê uma pessoa sem motivo, você coloca outras presas para viver em consonância com a pessoa que sofre”, concluiu.

Ato na Praça da Independência

Na Praça da Independência também houve um ato. Pouco antes da libertação de Lula, manifestantes, alguns com bandeiras do PT e máscaras do ex-presidente, convocavam outras pessoas para participar do movimento com gritos de ordem como “Lula, guerreiro, do povo brasileiro”.

Foto: AFP
Presidente saiu da prisão as 17h42 desta sexta - Foto: AFP
Foto: AFP
Momento em que Lula deixa a prisão em Curitiba - Foto: AFP
Foto: AFP
Ele encontrou apoiadores e sua namorada - Foto: AFP
Foto: AFP
Lula discursa para apoiadores que lhe esperavam em frente à prisão - Foto: AFP
Foto: AFP
Lula abraça apoiadora - Foto: AFP
Foto: AFP
Fernando Haddad estava presente ao lado de Lula - Foto: AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Zanin Martis, advogados do ex-presidente em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Zanin Martis, advogados do ex-presidente em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Zanin Martis, advogados do ex-presidente em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Zanin Martis, advogados do ex-presidente em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Cristiano Zanin, advogado do ex-presidente Lula, na frente da sede da PF em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na frente da sede da PF em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na frente da sede da PF em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na frente da sede da PF em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP
Foto: Henry Milleo/ AFP
Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na frente da sede da PF em Curitiba - Foto: Henry Milleo/ AFP

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias