stf

Lula fala de aprovação de Flávio Dino no STF e celebra 1º "ministro comunista" da Corte

Lula celebra aprovação da indicação de Flávio Dino para o STF e revela que está feliz pela presença do primeiro "ministro comunista" da Corte; confira declaração

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 15/12/2023 às 7:40 | Atualizado em 15/12/2023 às 8:16
Notícia
X

Nesta quinta-feira (14), o presidente Lula (PT) falou pela primeira vez sobre a aprovação no Senado da indicação do ministro Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal. Luiz Inácio ainda celebrou ao falar que pela primeira vez o STF teria um ministro comunista.

Lula celebra aprovação de Flávio Dino para o STF

As declarações do presidente Lula ocorreram durante a 4º Conferência Nacional da Juventude. Em uma fala animada e com a voz falhando, Luiz Inácio comemorou a aprovação da indicação de seu ministro da Justiça para o STF. 

Luiz Inácio ainda afirmou que estava feliz porque "pela primeira vez na história desse país, nós conseguimos colocar na Suprema Corte desse país um ministro comunista, um companheiro da qualidade do Flávio Dino". 

A indicação de Dino ao STF obteve a aprovação com o segundo placar mais apertado desde 1989, com 47 a favor e 31 contra, Flávio Dino só perdeu para segunda indicação de Jair Bolsonaro (PL), o ministro André Mendonça, que obteve 47 votos a favor e 32 contra.

Os números apertados para indicação de Dino ocorre após forte campanha da oposição para evitar a entrada de um ministro do Supremo "comunista". O ministro da Justiça também detinha forte rivalidade com a oposição, já que se colocou na linha de frente contra o bolsonarismo. 

Dino ficou conhecido por suas respostas sarcásticas durante embates com parlamentares da oposição, o que trouxe um efeito de revanchismo durante a votação de sua indicação ao STF.

Muitos políticos adversários afirmaram que a posição de Flávio Dino em relação ao seu espectro político o impedia de atuar corretamente como ministro do STF. Mesmo com a mobilização, o grupo contra a nomeação acabou perdendo. 

Após a aprovação de Flávio Dino, a indicação de Lula será oficializada com publicação da nomeação no Diário Oficial da União (DOU). 

"Conseguimos colocar na Suprema Corte desse país um ministro comunista", diz Lula sobre Dino

 

Tags

Autor