FIM DO ANO

Magia do Natal de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, começa em novembro com novo formato

Montagem da estrutura foi iniciada na manhã desta segunda-feira (19)

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 19/10/2020 às 13:17
Notícia

DIVULGAÇÃO
Festa terá versão reduzida em 2020 para evitar disseminação do novo coronavírus - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Conteúdo atualizado às 18h27 do dia 22 de outubro de 2020

No ano mais duro da história recente da Humanidade, conforto emocional é a maior necessidade de quem enfrenta a covid-19 à espera de uma redentora vacina. Por isso, o Natal ganha ainda mais importância em 2020.

Verdade que nada poderá ser como antes. Ainda assim, a data desponta como uma oportunidade de reforçar os valores de solidariedade, empatia e fraternidade tão essenciais neste momento.

>> Natal Luz de Gramado anuncia programação. Evento tem início na quinta (22/10)

>> Primeira vinícola de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, será inaugurada em novembro

>> Aeroporto do Recife registra maior movimentação desde o início da pandemia

>> Conheça as propostas dos candidatos a prefeito do Recife para o turismo

>> Paraíba terá três novos resorts e um parque aquático em Cabo Branco

Diante do desafio de manter a celebração e, ao mesmo tempo, garantir a segurança sanitária de moradores e visitantes, a Prefeitura de Garanhuns decidiu fazer uma versão reduzida da festa Magia do Natal.

A montagem da estrutura começou nesta segunda-feira (19) e deve ser concluída até a segunda quinzena de novembro, quando o evento tem início. Enquanto a ornamentação está sendo instalada, ficam fechados com um tapume metálico o Relógio das Flores, e a Praça Souto Filho, conhecida como Fonte Luminosa.

Para evitar a disseminação do novo coronavírus, desta vez a decoração não contará com espaços interativos e foram suspensas as apresentações artísticas regionais e nacionais no Polo Prefeitura, principal palco da Magia do Natal, que em 2019 reuniu mais de 160 atrações.

DIVULGAÇÃO
Principais pontos da cidade receberão decoração natalina - DIVULGAÇÃO

Os tradicionais desfiles do Papai Noel também não poderão ocorrer. "Normalmente, havia mais de 150 personagens, incorporados pelas crianças da cidade, além de 30 adultos. Sabemos que na situação em que estamos não há condições de permitir essa aglomeração", explica a secretária de Turismo do município, Neile Barros.

De acordo com a gestora, será mantido pelo menos o trenzinho do Papai Noel, que circula pelas ruas e praças da cidade. No entanto, a capacidade será reduzida em função da exigência de distanciamento e higienização. "Se atendíamos 50 usuários simultaneamente nos três vagões, agora serão no máximo 15 crianças a partir dos 7 anos", detalha.

A programação oficial ainda está sendo elaborada, mas deve privilegiar concertos instrumentais, como os da Orquestra Manoel Rabelo. 

A prefeitura diz que os custos da festa também está em definição, mas seguramente será menor que os cerca de R$ 5 milhões aportados em 2019. "Após um ano tão difícil, tínhamos que oferecer essa compensação às pessoas. Pelo menos decorar a cidade para termos um momento lúdico e nos lembrarmos do verdadeiro sentido do Natal", justifica a secretária, acrescentando que serão usados elementos da ornamentação de 2019 e que ajustes poderão ser feitos a qualquer momento no projeto, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

PROTOCOLOS

Entre os protocolos adotados, haverá a instalação de pias e de pontos de apoio informativos sobre o combate à pandemia nos pontos ornamentados. Caso da Praça Tavares Correia (Relógio de Flores); Praça Souto Filho (Fonte Luminosa) e Centro da cidade, que contarão com dispensers de álcool em gel. 

Segundo Neile Barros, serão intensificadas as barreiras sanitárias nas entradas da cidade. Hotéis, pousadas e estabelecimentos do setor alimentício do município também receberão orientações de biossegurança e carros de som irão passar diariamente nas principais vias do evento conscientizado sobre as medidas de biossegurança.

Em 2019, Garanhuns recebeu cerca de um milhão e meio de visitantes durante o período natalino, com aumento de 87% na ocupação hoteleira e de 64% nas vendas do comércio, resultando numa movimentação econômica de R$ 40 milhões.

Ainda não há uma estimativa oficial sobre o impacto da pandemia no número de visitantes e na economia em 2020.

HOTELARIA

Para a rede hoteleira da cidade, o anúncio da realização da Magia do Natal, mesmo com uma estrutura menor, traz esperança de reduzir as perdas com os meses de suspensão das atividades. No Palace Hotel de Garanhuns foram 100 dias de fechamento, sem receita. "Nesta época do ano, já estaríamos lotados em todos os fins de semana e com o Natal praticamente vendido", diz a supervisora de vendas, Ju Góis. A realidade em 2020 é bem diferente: o hotel está com apenas 20% de ocupação. Diante disso, a diária do casal para o período de fim de ano foi reduzida em mais de 30%, de cerca de R$ 630 para R$ 400. "Após a divulgação do espetáculo, já começamos a receber ligações pedindo informações. Estamos um pouco mais otimistas", anima-se Ju Góis. 

No hotel do Sesc, que reabriu desde 15 de junho com capacidade limitada a 70% (63 apartamentos) e adoção de todos os protocolos de segurança sanitária, a ocupação vem em uma crescente. É o que diz o coordenador de Turismo, Filipe Queiroga. "Em todos os feriados, temos chegado à ocupação total das unidades que disponibilizamos, mas em fins de semana comuns ela ainda é baixa.  Fica entre 45% e 50% , quando costumava atingir até 80%", explica.

Queiroga afirma que ainda não houve tempo de sentir os reflexos do anúncio da Magia do Natal, mas acredita que deve estimular a demanda de pequenos grupos, que vão a Garanhuns para ver a decoração e curtir as apresentações.  

Com a demanda do fim do ano, no Hotel Tavares Correia, a expectativa é conseguir voltar a fechar as contas. "Começamos a respirar, já com 20% de hóspedes garantidos para o Natal", diz o administrador, Paulo Tavares Correia. 

O empresário conta que reduziu a capacidade em 50% (cerca de 61 quartos) para trabalhar com "mais qualidade e segurança".   

Na avaliação dele, a Magia do Natal foi "um divisor de águas para a hotelaria" de Garanhuns, garantindo a movimentação no fim do ano, para além do turismo de negócios.  
     

BOLETIM COVID-19

Conforme o último boletim da Secretaria de Saúde, divulgado nesta quinta-feira (22), Garanhuns tem 2.905 casos confirmados de covid-19 e 74 mortes. Do total,  2.752 estão recuperadas após cumprir o período de isolamento domiciliar e não apresentar mais sintomas. Outras 79 pessoas  estão em fase de tratamento e/ou isolamento. Dois pacientes estão internados na UTI de covid-19 e aguardam resultado do teste para confirmação ou descarte da doença. Nova atualização será feita às 18h desta segunda-feira (18). 

DIVULGAÇÃO
Principais pontos da cidade receberão decoração natalina - FOTO:DIVULGAÇÃO

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias