Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

COVID-19

Garanhuns cancela programação do evento A Magia do Natal

Decisão foi tomada em função do decreto do governo de Pernambuco que proíbe festas e shows no Estado

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 08/12/2020 às 15:02
DIVULGAÇÃO
Decoração natalina permanecerá na cidade até o dia 6 de janeiro - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

A Prefeitura de Garanhuns anunciou no início da tarde desta terça-feira (8) o cancelamento de toda a  programação artística do evento A Magia do Natal, que teve início em 12 de novembro e iria até o dia 6 de janeiro de 2021 na cidade do Agreste de Pernambuco

A decisão foi tomada em decorrência do decreto 49.891 publicado nesta terça no Diario Oficial do Estado, que proíbe shows e festas de Natal e réveillon em espaços públicos ou privados, por causa do aumento do número de infeções e internações por covid-19.

Dessa forma, serão definitivamente suspensas as apresentações da Ave Maria; os projetos Som de Natal; Encantos de Natal; Senta Que Lá Vem História; e o passeio no Trem do Papai Noel. Através de nota, a gestão municipal destacou que essas atividades vinham sendo realizadas desde o mês passado "seguindo todos os protocolos de segurança sanitária".  O formato do evento já havia sido reduzido em 2020 por causa da pandemia. 

Agora, restará apenas a decoração, que permanecerá exposta até o dia 6 de janeiro. Também como já estava previsto, praças e demais pontos ornamentados receberão reforço de equipes da Secretaria de Turismo, que irão realizar um trabalho de orientação sobre o uso de máscara, manutenção do distanciamento social e demais medidas obrigatórias de enfrentamento à pandemia.

Para a hotelaria e toda a cadeia produtiva do turismo, que contavam com o período para recuperar parte dos prejuízos de 2020, a perda agora será praticamente total. "Estávamos animados com o evento, mesmo sabendo que não seria nada comparado a 2019, mas hoje (terça) já recebemos ligações com desistências e não há como repor esse prejuízo porque hotel é serviço", diz a supervisora de vendas do Palace Hotel de Garanhuns, Ju Góis. 

Já no Hotel Tavares Correia, a expectativa era conseguir voltar a fechar as contas. Em novembro, o administrador, Paulo Tavares Correia, se mostrava otimista já com os 20% de hóspedes garantidos para o Natal. Agora, o cenário é de desalento. "Isso impactará na desaceleração da economia e a consequência principal é o desemprego de pessoas", vaticina. 

Segundo dados da Empetur, Garanhuns era o segundo destino com maior ocupação hoteleira prevista para o Natal, com 81%, depois de Bezerros (100%) e seguido de Itamaracá (80%), Recife (69%), Ipojuca (56%) e Fernando de Noronha (52%). 

Em 2019, a cidade recebeu cerca de um milhão e meio de visitantes durante o período natalino, com aumento de 87% na ocupação hoteleira e de 64% nas vendas do comércio, resultando numa movimentação econômica de R$ 40 milhões. 

De acordo com o último boletim epidemiológico, Garanhuns tem 13 pacientes internados com covid-19 na rede de saúde local, com um total de 3.618 casos confirmados e 81 óbitos.  


 

DIVULGAÇÃO
Trem do Papai Noel é uma das principais atrações natalinas de Garanhuns. Agora só poderá ser visto em 2021 - FOTO:DIVULGAÇÃO

Comentários

Últimas notícias