coluna vida fit

Pernambucano completa 1.000km em casa: "corro feito menino, mas sou idoso"

Lula Holanda tem 66 anos e está fazendo seus treinos em casa por conta da pandemia do novo coronavírus

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 29/06/2020 às 7:48
Notícia
CORTESIA
Lula completará o treino de número 100 em casa nesta segunda-feira - FOTO: CORTESIA
Leitura:

Se antes da pandemia alguém tinha dúvida sobre o poder dos exercícios físicos na promoção de saúde e qualidade física, agora não tem mais. Movimentar o corpo durante o isolamento se mostrou um dos melhores remédios naturais contra ansiedade, depressão, entre outros sintomas de doenças crônicas. Apesar das limitações impostas pelo novo coronavírus, os exercícios salvaram milhares de pessoas. É o caso do ultramaratonista Lula Holanda, que amanhã completará 1.000km percorridos em casa durante a pandemia da covid-19.

>> Em isolamento por conta do coronavírus, idoso corre 100km em 10 dias

Aos 66 anos, Lula tinha o hábito de correr pelas ruas do Recife. No entanto, por conta da expansão da doença e por ser grupo de risco, ele precisou se readaptar a nova realidade. Passou a fazer 10km todos os dias dentro de casa, servindo, inclusive, de inspiração para amigos de todo o Brasil. Lula continuará em casa até se sentir seguro em voltar para rua. “O desafio continua. Porque eu sou idoso. Eu corro feito um menino, mas sou idoso. Vou continuar por amor a minha família, porque amo correr e para motivar meus amigos”, pontuou.

É isso. Lula é um das muitas referências de superação nessa quarentena. É exemplo de cuidado com a saúde e com o corpo, não por estética, mas por questão de saúde mental. Este é um dos maiores compromissos de vida.

CORTESIA
Lula completa o 100 treino em casa nesta segunda-feira - FOTO:CORTESIA

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias