pós-pandemia

Associação Brasileira de Academias solicita reabertura para 15 de junho em Pernambuco

Acad se reunirá com representantes do governo de Pernambuco, de profissionais de educação física e academias

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 10/06/2020 às 12:18
Notícia
Foto: Bernardo Soares/JC Imagem
Academias estão fechadas por conta da pandemia do novo coronavírus - FOTO: Foto: Bernardo Soares/JC Imagem
Leitura:

A Associação Brasileira de Academias (Acad) enviou protocolo à Secretaria de Saúde de Pernambuco solicitando a antecipação da reabertura dos estabelecimentos para a próxima segunda-feira, dia 15 de junho. De acordo com Leonardo Pereira, diretor da entidade e CEO da rede Selfit, um protocolo extremamente rígido foi elaborado para a retomada das academias. Ele ainda argumentar que a prática de atividade física promove saúde e não pode ser associada aos serviços de estética e beleza.

>> Reabertura de academias e prática esportivas pode ser antecipada após diálogo com o governo

>> Sindicato das academias não concorda com plano de reabertura: "ninguém aguenta mais"

Uma reunião por videoconferência está marcada para acontecer na tarde desta quarta ou na próxima quinta-feira. O encontro será realizado com os representantes das academias, dos profissionais de educação física e do governo do Estado e discutirá o cronograma de reabertura do setor. Esta será a segunda reunião para debater o assunto, a primeira aconteceu na semana passada.

Leonardo Pereira esclareceu sobre o tema. "A questão é entender que a prática atividade física não pode ser relacionada nem à estética e beleza. É um erro recorrente vincular (os setores). A prática de atividades física aumenta e reforçar imunidade e combate doenças mentais. Boa parte das pessoas são suscetíveis à depressão, estresse, sedentarismo e obesidade, que são perfis bastante comuns de pessoas que perderam a vida. É importante destacar que atividade física promove saúde", observou o dirigente. 

Na condição de diretor da Acad, Leonardo ainda falou que a entidade em conjunto com outros órgãos já elaborou um protocolo que foi enviado para a Secretaria de Saúde de Pernambuco e para o Comitê de Combate ao novo coronavírus. "É um protocolo extremamente rígido e foi elaborado seguindo as regras de segurança sanitária. Coletou as melhores práticas dos países que já passaram pelo pico (da pandemia). Poderá ser aplicado por todas as academias", concluiu.

A videoconferência da semana passada reuniu o deputado Felipe Carreras, o secretário de desenvolvimento econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, responsável pelo plano de reabertura no Estado, a secretária de esportes da prefeitura do Recife, Ana Paula Vilaça, e secretaria-executiva da pasta, Yane Marques, o presidente do Conselho Regional de Educação Física (Cref-PE), Lúcio Beltrão, o diretor do sindicato das academias (Sindac-PE), Paulo Henrique Silveira, e o presidente da Associação das Academias do Brasil (Acad), Leonardo Pereira e Nuno Trigueiro, que representou as assessorias de corridas e treinos funcionais.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias