retomada

Volta dos voos internacionais ao Recife é notícia boa para o turismo de Pernambuco

A expectativa é, principalmente, pelo aumento da ocupação em Porto de Galinhas, Ipojuca, um dos destinos mais procurados em Pernambuco

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 30/07/2020 às 0:19
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
O Recife só estava com quatro frequências de voos semanais por conta da pandemia, e todos eles para a capital portuguesa - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O governo federal decidiu reabrir de forma parcial as fronteiras aéreas para a entrada de estrangeiros no Brasil. A medida, publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira (29), foi comemorada pelo setor de turismo de Pernambuco, que avança na retomada de atividades paralisadas por causa da pandemia do coronavírus.

>> Governo lança selo Turismo Seguro para retomada do setor em Pernambuco

>> TAP anuncia volta dos voos no Aeroporto do Recife em agosto

>> Air Europa retoma voo Recife-Madri em novembro

>> Quarentena aumentou a vontade de viajar. Recife e Porto de Galinhas despontam

A portaria determina que o estrangeiro em viagem de visita ao País, de até 90 dias, deverá apresentar à empresa transportadora, antes do embarque, comprovante de aquisição de seguro saúde válido no Brasil e com cobertura para todo o período da viagem, "sob pena de impedimento de entrada em território nacional pela autoridade migratória por provocação da autoridade sanitária".

Os voos internacionais que tenham como ponto de chegada os aeroportos de Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rondônia, Rio Grande do Sul e Tocantins seguem proibidos. Segundo a portaria, a medida poderá ser revista a qualquer momento em razão de avaliação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

>> Oferta de voos quase dobra no Aeroporto do Recife

Setor hoteleiro de Pernambuco comemora

A volta dos voos internacionais ao Recife aconteceu antes do esperado pelo setor hoteleiro do Estado e trouxe alívio. A expectativa é, principalmente, pelo aumento das ocupações na capital e em Porto de Galinhas, Ipojuca, um dos destinos mais procurados em Pernambuco.

"Para se ter uma ideia, o turismo internacional representava 30% do fluxo de Porto de Galinhas. Já estamos com os hotéis abrindo, mas com taxa de ocupação pequena ainda. Porto, por exemplo, já estava com 40% aberto e deve abrir mais uns 30% amanhã. Agora, com a volta dos voos internacionais, a expectativa é que melhore bastante. Achávamos que ia demorar mais", relatou o presidente da seccional pernambucana da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-PE), Eduardo Cavalcanti.

>> Reabertura das praias de Pernambuco renova esperança pela retomada do turismo

>> Jangadeiros de Ipojuca retomam atividades a partir da próxima sexta-feira

Na semana passada, a companhia espanhola AirEuropa é a primeira aérea internacional a confirmar a retomada dos voos no Aeroporto do Recife. A partir de 1º de novembro, serão duas frequências semanais diretas às segundas e sexta-feiras entre a capital pernambucana e Madri, de onde é possível se conectar a outros 18 destinos. Os bilhetes já estão disponíveis no site da empresa e custam a partir de R$ 3 mil (ida e volta). Nessa segunda-feira (27), a portuguesa TAP anunciou oficialmente a retomada de 40% de sua operação normal pré-pandemia entre agosto e setembro: serão 66 rotas no próximo mês e 76 no seguinte. Com isso, o Aeroporto do Recife terá duas frequências semanais a partir do dia 2 de agosto, entre as 18 previstas para o Brasil.

Governo lança selo Turismo Seguro para retomada do setor em Pernambuco

A portaria do governo federal liberando a volta dos voos internacionais foi publicada no mesmo dia em que a Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco (Setur-PE) lançou o selo Turismo Seguro. A marca será entregue a estabelecimentos de pessoas físicas e jurídicas que solicitarem e se comprometerem a seguir as regras determinadas pelo governo de Pernambuco, através da Vigilância Sanitária, para um funcionamento seguro durante a pandemia do novo coronavírus.

Litoral aberto aquece turismo 

De Norte a Sul, o litoral de Pernambuco está reaberto para o banho de mar. Mergulhar em águas mornas e sentir os pés tocarem a areia são sensações que já podem voltar a ser vivenciadas pelos pernambucanos e turistas. Sinônimo de lazer, a praia também faz bem à economia. Quem depende do turismo vê o momento como mais um passo em direção à retomada, mesmo reconhecendo que recuperar as perdas não será fácil.

Comentários

Últimas notícias