Eleições 2020

Mendonça rebate Patrícia na polêmica do 'Recífilis' e a acusa de preconceito contra nordestinos

A troca de farpas entre os candidatos à Prefeitura do Recife do campo da direita ganhou mais um novo capítulo com a tréplica de Mendonça dirigida à Delegada Patrícia

JC
JC
Publicado em 28/10/2020 às 20:50
Notícia

Reprodução
Delegada Patrícia (Podemos) e Mendonça Filho (DEM), candidatos à Prefeitura do Recife - FOTO: Reprodução
Leitura:

Arte: JC
Eleições 2020 - Arte: JC

A troca de farpas entre os candidatos à Prefeitura do Recife do campo da direita ganhou mais um novo capítulo: Na noite desta quarta-feira (28), houve uma tréplica de Mendonça Filho (DEM), que rebateu a reclamação da Delegada Patrícia (Podemos) por um vídeo do democrata expondo postagens antigas da candidata em que entre outras coisas, chamava o Recife de "Recífilis". O embate inicial era entre os dois adversários, mas o Coronel Feitosa (PSC) e Charbel (Novo) também acabaram sendo envolvidos na briga, citados pelo coordenador da campanha de Patrícia, o deputado federal Daniel Coelho (Cidadania). 

Mendonça chegou a atribuir à Patrícia um preconceito contra nordestinos. "Eu já vivi preconceito de sulistas e inclusive de cariocas a respeito da minha posição de nordestino. Isso nos agride a alma, o nosso coração. Não vamos aceitar esse tipo de posicionamento e de omissão. Ela teve oportunidade até de pedir desculpas e não fez. É importante que a gente restabeleça os fatos, diga de forma clara e objetiva que o debate político investiga a vida de cada cidadão e cidadã que se coloca na disputa eleitoral na cidade do Recife e nós não vamos esconder o nosso passado. O meu é aberto, livre das opiniões dadas, das posições tomadas para que cada um possa julgar", disse Mendonça, em vídeo publicado nas redes sociais nesta quarta (28).  

>> Ataques na campanha e caso 'Recífilis' provocam atrito entre Mendonça e Patrícia. Em defesa da delegada, até Daniel entrou na briga

>> Desentendimentos na centro-direita recifense podem favorecer candidato da situação, avaliam especialistas

O democrata defendeu ainda que no debate político os candidatos não podem esconder o seu passado "porque essa é uma cidade politizada e que tem responsabilidade e compromisso com o seu futuro. Quem não conhece a fundo os seus governantes e representantes evidentemente não pode ter esse governante e representante como o líder máximo da cidade do Recife", completou Mendonça. 

No guia eleitoral de Mendonça, foi veiculado um vídeo - que foi o estopim para o embate - com postagens de Patrícia nas redes sociais no ano de 2011, que têm sido alvo de polêmica desde a semana passada, onde além de chamar Recife de "Recífilis", ela também diz que nunca viu "tanta gente feia reunida" quanto na capital pernambucana. A candidata vem rebatendo os questionamentos sobre o fato afirmando que as falas eram brincadeiras e refletem o seu "senso crítico e bom humor". 

"Chama a delegada para dizer porque chamou nossa cidade de "Recífilis". Chama para explicar porque disse que o nosso povo é feio e por que ela se sente num parque dos horrores. A delegada Patrícia ofendeu o Recife e agora ela quer o seu voto. Tarde demais. A máscara caiu, delegada", diz o vídeo da propaganda eleitoral da campanha de Mendonça. 

Em resposta, Patrícia reproduziu o vídeo nas suas próprias redes sociais, mas editado ao final com uma foto de Mendonça junto com o governador Paulo Câmara (PSB) e o prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB). "Assina o comercial, Mendonça Filho (DEM). Mais uma vez dançando conforme a música do PSB de Paulo Câmara e Geraldo Julio. Pelo menos tenha coragem de mostrar a cara. Assim seus eleitores saberão a quem você serve", diz a delegada na postagem também nesta quarta (28). 

 

 

Outros candidatos

Daniel Coelho saiu em defesa da Delegada Patrícia. Ele previu que caso Mendonça não vá para o segundo turno, apoiaria o PSB, e também aproveitou para criticar outros postulantes na disputa do Recife. "O jogo do time de Paulo Câmara está claro: Mendonça, (Coronel) Feitosa e João Campos, desistem de apresentar propostas e partem para o ataque aberto e combinado contra Patrícia na TV. Mendonça, mostra que é igual ao PSB, no método, nas práticas e na estratégia. Mendonça e João calçam 40. Nem precisa mais avisar que Mendonça, no segundo turno, apoiará o PSB. De novo! Charbel 0% foi a surpresa. Confesso que não esperava que ele entrasse nesse jogo combinado", disse Daniel. 

O parlamentar chegou a se lançar como pré-candidato à Prefeitura do Recife, mas desistiu do pleito e decidiu apoiar a candidatura de Patrícia, insatisfeito com a falta de consenso entre as lideranças da oposição do PSB em torno de um único nome para disputar as eleições municipais. 

Em resposta à publicação de Daniel, Coronel Feitosa (PSC) publicou um vídeo nas suas redes sociais afirmando que o deputado federal é "um mentiroso". "Daniel, antes de se dirigir a mim, reflita. Você é um mentiroso, e é você que tem jogo combinado com Mendonça. Você e ele estavam combinados para um apoiar o outro, porque vocês são iguais, vocês são do centrão. Vocês apoiam o Dória e o comunista Roberto Freire, presidente do Cidadania, o seu partido. E você é socialista tanto quanto João Campos e a Marília Arraes. Não me coloque nas suas confusões! Todos vocês são iguais e não defendem o nosso presidente Bolsonaro. Eu fui o único candidato a defender os posicionamentos do presidente", disparou o postulante.

"A Delegada 'Fica em Casa' gosta do povo carioca. O Recife ela chama de ‘Recifilis’, e ainda diz que o nosso povo é feio. É melhor o Daniel usar o Twitter para defender o Recife e os recifenses, repreendendo a sua candidata que falou mal da nossa cidade e do nosso povo”, completou o deputado estadual.

O candidato Charbel (Novo), por sua vez, encaminhou uma nota à imprensa na qual acusa Daniel Coelho de desespero. "Me colocar no mesmo pacote de Mendonça e Campos só mostra o quanto Daniel está perdido. Primeiro, minha candidatura é a única de direita de verdade, diferente dos demais. O presidente de honra do partido de Patrícia, Ricardo Teobaldo, é do Centrão de Brasília. Somos a única candidatura do único partido que por opção não torra milhões de dinheiro público com propaganda eleitoral, já que recusamos a verba dos fundos partidário e eleitoral. Estamos firmes na disputa pela prefeitura, bastante confiantes e otimistas, e crescendo nas pesquisas, o que mostra que Daniel está desatualizado mais uma vez", cravou.

Arte: JC
Eleições 2020 - FOTO:Arte: JC

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias