FURTO

Policial Militar atirou em pessoas que tentaram roubar avião de Marília Mendonça

Quatro pessoas tentaram furtar os objetos deixados pelas vítimas do acidente

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 10/11/2021 às 11:28
Reprodução/Internet
A cantora Marília Mendonça morreu devido a um acidente aéreo, em Minas Gerais, em novembro de 2021 - FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

De acordo com o G1, quatro pessoas tentaram roubar os pertences da cantora Marília Mendonça após o acidente que vitimou a sertaneja e mais quatro pessoas na sexta-feira, 5. O grupo só se dispersou após um policial militar atirar balas de borracha para que elas saíssem do local.

Marília Mendonça estava na aeronave com o produtor Henrique Ribeiro, o tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Jr e o copiloto Tarciso Pessoa Viana. Ela faria um show na sexta-feira, 5, em Caratinga, interior de Minas Gerais.

A tentativa de furto dos pertences dos tripulantes foi registrada em um boletim de ocorrência. O policial militar em questão foi Marcio Pereira da Silva, que realizou os disparos.

O documento informa que os supostos ladrões acessaram o local por um morro lateral com algumas lanternas, em busca dos objetos deixados pelas vítimas. Eles receberam uma ordem de parar, mas que continuaram avançando até o avião.

Foi então que Silva atirou com as balas de borracha, e as quatro pessoas se afastaram. Ainda não se sabe se eles foram atingidos.

Relembre o caso

A cantora Marília Mendonça faleceu em um acidente de avião em Caratinga, interior de Minas Gerais. Ela viajava ao lado do produtor e do tio na sexta-feira, 5, além do piloto e do co-piloto. Nenhum deles resistiu à queda. A artista tinha 26 anos e deixa um filho, Léo, de 1 ano, fruto do seu relacionamento com o também cantor Murilo Huff. 

Comentários

Últimas notícias