CORRETO

BBB 22: Tadeu Schmidt chama atenção dos participantes que tratam Linn com pronome masculino; veja vídeo

O apresentador do BBB foi bastante elogiado pelo público com a atitude de deixar a artista falar sobre a situação

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 24/01/2022 às 8:24
Reprodução/Twitter
Tadeu Schmidt chamou atenção dos participantes do BBB nesse domingo (23), e pediu para Linn falar sobre o porque que todos devem tratá-la no feminino - FOTO: Reprodução/Twitter
Leitura:

A manhã do sábado (22) do BBB foi bastante agitada, mas isso aconteceu fora da casa. Isso porque o público notou que uma mensagem anônima foi enviada para Linn da Quebrada. No texto, alguém perguntava se ela estava 'solteiro', usando o masculino ao se referir a travesti.

Logo, hashtags no Twitter pedindo respeito para Linn foram colocadas nos Trends Topics. A web ficou em polvorosa na tentativa de descobrir quem estava por trás da mensagem considerada ofensiva. Lembrando que a cantora se identifica como uma travesti, e deve ser tratada com o pronome feminino.

No programa do sábado, foi revelado que Laís foi a autora da mensagem. O público ficou bastante revoltado, e pediu para que Tadeu Schmidt falasse algo durante a edição deste domingo. Logo no início do programa, o apresentador fez a pergunta que a médica fez para Linn. "Quem está solteiro?", questionou a princípio, e depois perguntou "quem está solteira?".

Resposta de Linn

Após a situação, Tadeu pediu para que Linn falasse sobre qual a maneira correta de tratá-la, e deu a palavra para a artista explicar a tatuagem que tem na testa. A cantora logo disse que escreveu "Ela" em uma região visível por conta da mãe, que no começo a tratava no masculino.

"Acho que assim também é uma indicação para todas as outras pessoas. Então, ficou na dúvida? Lê e vocês lembram que eu quero ser tratada no pronome feminino", disse Linn. Tadeu reforça que é muito importante que ela fale sobre o assunto para que ninguém a trate de maneira diferente.

Assista ao vídeo

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias