Ministro de Bolsonaro pede, e CBTU adia até abril reajuste de passagens do Metrô do Recife

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 19/03/2021 às 16:00
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

A diretoria da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) aprovou, nesta quinta-feira (18), o adiamento do reajuste da tarifa cobrada nos metrôs do Recife (PE) e de Belo Horizonte (MG).

O reajuste estava previsto para começar neste sábado (20). Segundo a CBTU, o adiamento se deu após solicitação do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PSDB-RN).

"Em Pernambuco e em Minas Gerais, estão sendo adotadas ações restritivas que vão se estender, ao menos, até o fim de março. Além disso, cerca de 80% dos passageiros da CBTU recebem até um salário-mínimo e meio por mês. Por isso, solicitamos a manutenção das tarifas atuais, de modo a dar, nesse período difícil, algum tipo de auxílio aos milhares de passageiros que utilizam os trens da companhia nestes estados", afirmou Rogério Marinho.

O valor atual das passagens em BH é de R$ 4,25 e passaria a ser de R$ 4,50.

Já na capital pernambucana, a tarifa custa R$ R$ 4,00 e seria reajustado para R$ 4,25.

O adiamento vale até o dia 17 de abril, quando eventual reajuste de preços será novamente avaliado pela CBTU.

Últimas notícias