Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

EX-PRESIDENTE OPINA

Ex-presidente, Gustavo Dubeux defende eleições diretas e afirma que Sport precisa de pacificação

Gustavo Dubeux conversou com o comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 16/06/2021 às 12:42
Notícia
ACERVO JC IMAGEM
Gustavo Dubeux concedeu entrevista à Rádio Jornal. - FOTO: ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Ex-presidente do Sport, Gustavo Dubeux defende que o clube tenha eleições diretas após as renúncias de Milton Bivar e Carlos Frederico, que deixaram o Rubro-Negro menos 67 dias depois de serem reeleitos. Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o ex-mandatário disse que, na visão dele, o Conselho Deliberativo do Leão terá que convocar um novo pleito para os sócios elegerem o presidente e vice-presidente até o fim de 2022. Gustavo Dubeux também reiterou seu apoio para uma possível candidatura de Nelo Campos, que foi o segundo colocado nas últimas eleições, e também afirmou que o Sport precisa de pacificação.

"No meu entendimento, com a renúncia do presidente e do vice, o Conselho Deliberativo deverá, em 15 dias, convocar eleições diretas. Não pretendo ser candidato e mantenho minha posição. Há 90 dias apoiamos um grupo que pretendia pleitear a presidência do Sport. Entendo que o Sport precisa de pacificação, desarmar os ânimos e focar numa recuperação administrativa do clube, para que aí o clube volte a crescer", afirmou.

Na eleição do dia 9 de abril, Gustavo Dubeux foi um dos apoiadores da chapa Sport na Raça, encabeçada pelo ex-diretor de futebol Nelo Campos, que foi derrotado por 38 votos de diferença para Milton Bivar, que saiu o vencedor. Na data do pleito, inclusive, Dubeux esteve presente na Ilha do Retiro para votar e conversou com a reportagem da Rádio Jornal. Na entrevista, o ex-mandatário leonino afirmou que o que estava fazendo a diferença para a situação era o apoio da principal organizada do clube.

Gustavo Dubeux foi presidente do Sport nos anos de 2011 e 2012. Ficou marcado por ter perdido o hexacampeonato após ser vice para o Santa Cruz no primeiro ano de gestão, mas meses depois deu a volta por cima e conseguiu o acesso à Série A. O segundo ano de mandato, porém, definitivamente não foi bom. Mais um vice para o Tricolor do Arruda no Pernambucano e, mais do que isso, o Sport foi rebaixado para a Série B no fim de 2012.

A última passagem de Gustavo Dubeux no clube foi como vice-presidente do Executivo, na época chefiado por Arnaldo Barros. Ele ocupou esse cargo durante 2018, ano em que o Leão caiu para Série B. Antes, em 2017, era o VP de futebol, mas renunciou ao cargo no fim daquela temporada, que terminou com o Sport escapando do descenso à Segundona na última rodada do Campeonato Brasileiro.

O futuro do Executivo do Sport será decidido na noite desta quarta-feira. Em reunião extraordinária, o Conselho Deliberativo deverá eleger algum vice-presidente provisório, que terá a missão de convocar eleições diretas em até 15 dias, de acordo com o estatuto do clube.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias